A América Portuguesa - interacções e conflitos (1500-1822) - 1. semestre

Objectivos

-Conhecer a história da América Portuguesa no contexto do Império português.
-Compreender o processo colonizador nesta região, dando relevo também ao papel desempenhado pelos Ameríndios e pelos Africanos neste quadro.
-Conhecer as práticas de exploração económica que se desenvolveram na Colónia, e suas consequências para a Europa, o reino e a América portuguesa.
-Possibilitar a compreensão das especificidades e a elaboração de análises acerca da sociedade na América Portuguesa.
-Conhecer a estrutura e o funcionamento político e administrativo da Colónia.
-Compreender a dimensão da religiosidade no processo colonizador da América.
-Conhecer as disputas territoriais entre o Império Português e outras potências europeias
-Apreender as modificações que levaram à descolonização no início do século XIX.

Caracterização geral

Código

722051365

Créditos

10

Professor responsável

Roberta Giannubilo Stumpf

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Bibliografia

ALENCASTRO, Luiz Felipe de, O Trato dos Viventes. Formação do Brasil no Atlântico Sul, São Paulo, Companhia das Letras, 2001.

ALMEIDA, Maria Regina Celestino de, Os índios na História do Brasil, Rio de Janeiro FGV, 2010.

BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti (dir), História da Expansão Portuguesa, Volume 2, Lisboa, Círculo dos Leitores, 1998.

FRAGOSO, João; BICALHO, Maria Fernanda, GOUVÊA, Maria de Fátima (orgs), O Antigo Regime nos Trópicos. A Dinâmica imperial portuguesa, Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2001.

SCHWARTZ, Stuart B., Segredos Internos. Engenhos e escravos na sociedade colonial, São Paulo, Companhia das Letras, 1988. 1ºedição 1985

SLEMIAN, Andréa; PIMENTA, João Paulo G., O nascimento político do Brasil, as origens do Estado e da Nação (1808-1825), Rio de Janeiro, DP&A, 2003.

SOUZA, Laura de Mello e, O sol e a sombra. Política e administração na América portuguesa, São Paulo, Companhia das Letras, 2006

Método de ensino

Ao longo do semestre os alunos têm acesso a vídeos nos quais o docente apresenta os conteúdos programáticos assim como a textos historiográficos ( de distintas correntes) de leitura obrigatória e outras opcionais. São sugeridas quatro atividades que exigem a análise dos textos disponibilizados na plataforma, das quais os alunos devem entregar no mínimo duas. São sugeridos temas para serem desenvolvidos no trabalho final cuja execução é acompanhada pelo docente. Exige-se a participação em fóruns, agendados previamente, realizados através da plataforma Colibri, ou similar.

Método de avaliação

50% - Duas actividades terão de ser obrigatoriamente entregues (fichas de leitura, análise dos textos disponibilizados, interpretação de fontes primárias, participação em fóruns e/ou recensões críticas)
50% Trabalho escrito final.

Conteúdo

-O Brasil “pré-colonial”. O achamento do Brasil e sua inserção no império português. Interação e conflito entre lusitanos e ameríndios. A exploração do pau-brasil, a escravidão indígena, a missionação e os aldeamentos. As primeiras formas de administração do território.
-Cultura açucareira e escravidão africana. O tráfico negreiro e as dinâmicas imperiais. Elites locais e espaços de representação política e social.
O Brasil no contexto da União Ibérica .
-Crise da economia açucareira. A conquista dos sertões. A descoberta do ouro e dos diamantes. As especifidades sociais das capitanias interioranas. O ouro na economia americana e imperial.
-O Brasil na era pombalina. A crise aurífera. Revoltas e rebeliões nas Américas. As identidades sociais e políticas no espaço ultramarino ibérico.
-A Corte portuguesa no Rio de Janeiro. O “nascimento político” do Brasil. A independência do Brasil.
-Interacção entre docentes e alunos para a elaboração dos trabalhos finais


Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: