Planeamento Estratégico - 1. semestre

Objectivos

a) Dominar o suporte conceptual e teórico do planeamento territorial estratégico;
b) Aprofundar o enquadramento legislativo da política de ordenamento do território;
c) Conhecer as metodologias específicas do planeamento estratégico: as formas de diagnóstico, análise estrutural, construção de cenários e visões de desenvolvimento estratégico;
d) Perceber as vantagens da articulação entre a abordagem estratégica e a abordagem racionalista do planeamento territorial;
e) Identificar situações problemáticas onde se verifique a necessidade/melhor adequação de processos de planeamento estratégico;
f) Saber identificar os atores em presença e o jogo de forças entre eles;
g) Perceber a importância da participação e encontrar métodos para a sua organização;
h) Estruturar um pensamento crítico sobre o planeamento territorial estratégico;
i) Desenvolver a capacidade prospectiva e de construção de soluções criativas e viáveis;
j) Desenvolver a capacidade de trabalhar em equipas pluridisciplinares.

Caracterização geral

Código

722041054

Créditos

10

Professor responsável

João Carlos Ferreira de Seixas

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português com apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

Allmendiger, P. e Tewdwr-Jones, M (2005) Planning Futures. Routledge, Londres
Bourdin, Alain (2010) O Urbanismo depois da Crise. Livros Horizonte, Lisboa
Cerreta, concilio e Monno (2010) Making Strategies in Spatial Planning. Knowledge and Values. Springer, London
Félix Ribeiro, J. M. (2004). Places’ Strategic Foresight. A look at the future of the Lisbon Metropolitan Área. Lisboa: Departamento de Prospectiva e Planeamento.
Fonseca Ferreira, A. (2005). Gestão Estratégica de Cidades e Regiões. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Guell, J. M. (2006). Planificación Estratégica de Ciudades; Nuevos Instrumentos y Procesos. Barcelona: Editorial Reverté.
Guerra, I. (2002). Planeamento Estratégico das Cidades. Cidades, 1, 37-55.
Pujadas, R. & Font, J. (1998). Ordenación y Planificación Territorial. Madrid: Editorial Síntesis.
Seixas, João (2013) A Cidade na Encruzilhada. Edições Afrontamento, Porto
Seixas, João (2018) Projecções de Lisboa. Editorial Caleidoscópio, Lisboa

Método de ensino

- Aulas expositivas e participativas (debate).
- Discussão de textos e de documentos de planeamento estratégico.
- Apresentação de boas e más práticas em planeamento territorial estratégico.
- Trabalhos de grupo.

Método de avaliação

1. Leitura de textos e documentos, com recensão crítica e apresentação com debate em aula: 40% da avaliação (4 textos científicos + 4 documentos de planeamento estratégico de cidades / territórios)

2. Desenvolvimento e apresentação de um trabalho de grupo: 60% da avaliação. Dois alunos para cada grupo (excepcionalmente três). Cada trabalho prático será centrado num território e/ou sector à escolha do grupo. Elaboração paralela de um ensaio escrito sobre o território e tema do trabalho de grupo. Cada trabalho deve aplicar os conceitos e análises apreendidos nas aulas.

Conteúdo

1) A estratégia e a prospetiva: origem e enquadramento conceptual. As correntes da prospetiva.
2) A aplicação do planeamento estratégico ao território. Críticas.
3) Os métodos específicos do planeamento estratégico: construção de cenários, análise estrutural, apoio à tomada de decisão, estratégia de atores. Potencialidades e limitações.
4) Metodologias para a elaboração de planos territoriais estratégicos.
5) Análise de casos.