Ciclo Africano do Império: Colonialismo, Guerra e Descolonização no Portugal Contemporâneo - 2. semestre

Objectivos

a) Adquirir uma visão geral da última etapa da expansão ultramarina portuguesa – o “império africano” (c. 1890-1975) – e compreender os seus legados históricos b) Compreender as várias influências que moldaram a configuração política, institucional e económica do império contemporâneo português c) Entender as várias modalidades de colaboração e resistência que moldaram o relacionamento dos portugueses com os vários povos sob o seu domínio d) Adquirir uma perspetiva da descolonização portuguesa e europeia, numa escala temporal de “longa duração”. e) Ganhar familiaridade com alguns dos principais debates históricos relacionados com os diferentes tópicos do programa f) Ser capaz de localizar e trabalhar com fontes históricas relacionadas com o imperialismo português contemporâneo e adquirir as competências necessárias à elaboração de um trabalho académico de mestrado.

Caracterização geral

Código

722051269

Créditos

10

Professor responsável

Pedro Aires Oliveira

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

ALEXANDRE, Valentim – Velho Brasil, Novas Áfricas. Porto: Afrontamento, 2000 BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti (coord.) – História da Expansão Portuguesa. Lisboa, Círculo de Leitores, 1998, 5 volumes MACQUEEN, Norrie – A Descolonização da África Portuguesa. Lisboa: Inquérito, 1998 ROSAS, F.; MACHAQUEIRO, M.; OLIVEIRA, P. Aires (org.) - O Adeus ao Império. 40 anos de Descolonização Portuguesa. Lisboa: Nova Vega, 2015 SHIPWAY, Martin – Decolonization and its Impact. A comparative Approach to the End of Colonial Empires. Oxford: Blackwell, 2008 SMITH Gervase Clarence – The Third Portuguese Empire (1825-1975). Manchester: Manchester University Press, 1985

Método de ensino

Aulas teóricas: Apresentação dos vários tópicos do programa. Aulas teórico-práticas: os alunos discutirão textos seleccionados e material audiovisual. Apresentação oral dos alunos de um destes textos. Análise dos materiais distribuídos; preparação das apresentações orais e escrita de ensaios com orientação do docente. Intervenções orais em debate nas aulas teórico-práticas.

Método de avaliação

Avaliação: Apresentação oral de um texto (30%); Ensaio escrito apoiado em bibliografia e informação documental diversa (70%)

Conteúdo

a. A historiografia do Terceiro Império Português: linhas de interpretação. b. Principais teorias acerca do surto imperialista de finais do século XIX. c. A crise do Ultimato e a emergência do moderno “nacionalismo imperial”. d. A política do império após 1890: a “missão civilizadora” de Portugal e o trabalho africano; o “neo-mercantilismo” e as companhias concessionárias; a conquista militar e construção do aparelho de estado colonial. e. A questão racial no contexto do terceiro império português. f. As colónias portuguesas e a evolução do sistema internacional: do fim da Monarquia até c. 1930. g. O Estado Novo: do Acto Colonial às adaptações dos anos 50. h. Origens e expansão do movimento descolonizador. A Guerra Fria e os impérios europeus. i. As guerras africanas de Portugal. Os movimentos independentistas e o Estado colonial tardio. O contexto internacional da descolonização. j. Depois do império: a busca de uma nova “identidade nacional” e as opções estratégicas de Portugal