Prática de Ensino Supervisionada em História - 2. semestre

Objectivos

. Demonstrar sentido de responsabilidade deontológica, participando de forma rigorosa, crítica e atenta nas atividades do núcleo da Prática de Ensino Supervisionada, nas atividades escolares propostas e com todos os diferentes interlocutores. . Mobilizar e aplicar conhecimentos científicos, pedagógicos, e didáticos na planificação, gestão e avaliação de planos curriculares e nas atividades de complemento curricular específicas do ensino da História. . Planificar atividades respeitando o conhecimento científico, as orientações curriculares e a adequação aos estádios de desenvolvimento dos educandos. . Selecionar recursos diversificados, pertinentes e adequados, de forma gradualmente autónoma. . Promover o desenvolvimento de práticas pedagógico-didáticas motivadoras, conseguindo criar e explorar situações significativas. . Contribuir para a promoção de práticas valorizadoras e integradoras de diferentes saberes e culturas.

Caracterização geral

Código

722171269

Créditos

45

Professor responsável

Raquel Pereira Henriques

Horas

Semanais - 2

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

Catani, Denice B.; Júnior, Décio G. (org) (2015). O que a escola faz? Elementos para a compreensão da vida escolar. Uberlândia/Minas Gerais: Ed. Univ. Federal de Uberlândia. Esteves, Carla H.; Caires, Susana; Moreira, Maria A. & Vieira, Diana (2010). A vez e a voz dos supervisores cooperantes: vivências e percepções da experiência supervisiva. In Iº Seminário Internacional Contributos da Psicologia em Contextos Educativos, p. 1369-1384. Braga: Univ. do Minho Gâmboa, Rosário (2004). Educação, ética e democracia. A reconstrução da modernidade em John Dewey. Lisboa: Edições ASA Nóvoa, António (2009). Professores. Imagens do futuro presente. Lisboa: Educa Schmidt, Maria A.; Barca, Isabel (org) (2009). Aprender História: Perspectivas da Educação Histórica. Rio Grande do Sul: Ed. Unijuí da Univ. Reg Noroeste Schön, Donald A. (1983). The reflective practitioner: how professionals think in action. New York: Basic Books

Método de ensino

Supervisão numa perspetiva prescritiva, colaborativa e reflexiva, conduzindo a uma reflexão sobre a atividade docente e sobre o desenvolvimento profissional e pessoal.

Método de avaliação

Avaliação contínua nas modalidades de avaliação formativa e sumativa respeitante a todo o trabalho desenvolvido no âmbito da Prática de Ensino Supervisionada. Foi elaborado um documento orientador do perfil de desempenho profissional com os referenciais: sentido de responsabilidade deontológica; planificação; execução; avaliação e atividades de complemento curricular. O rigor científico, a autonomia, a adequação dos métodos e materiais, a criatividade, a responsabilidade e a progressão são critérios de avaliação essenciais.

Conteúdo

1. Observação e análise de contextos educativos. 2. Planificação de aulas e unidades de ensino. 3. Aplicação prática do currículo e programa de História. 4. Lecionação de aulas e unidades didáticas. 5. Planificação e implementação de atividades e projetos de integração escolar. 6. A adaptação de abordagens de ensino de História ao contexto educativo e necessidades individuais dos alunos. 7. Avaliação crítica e aplicação prática e desenvolvimento de materiais e recursos. 8. Avaliação contínua, incluindo modalidades de avaliação diagnóstica, formativa e sumativa. 9. Prática reflexiva e autoavaliação. 10. Trabalho em equipa, colaboração e networking. 11. Educação para a cidadania intercultural. 12. A ética da profissão docente.