Imagens na Antiguidade Clássica e Tardia: sentidos e representação

Objectivos

1. Compreender os contextos e conceitos da Antiguidade Clássica e da Antiguidade Tardia;
2. Relacionar Antiguidade Tardia e Paleocristianismo;
3. Conhecer as fontes da Antiguidade Clássica e Tardia na construção do mundo iconográfico da Antiguidade;
4. Problematizar sentidos e representação nas imagens da Antiguidade;
5. Captar as orientações religiosas e culturais na formação das imagens na Antiguidade;
6. Compreender a transformação dinâmica dos significados e significantes nas imagens da Antiguidade;
7. Estudar exemplos da Antiguidade Clássica e Tardia na Hispânia Ocidental (Portugal);
8. Reconhecer a importância e persistência do mundo imagético da Antiguidade Clássica e Tardia na História, Cultura e História da Arte contemporâneas

Caracterização geral

Código

722061095

Créditos

10

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

1. Grabar, André. (2009). Les voies de création en iconographie chrétienne, Paris: Flammarion Poche
2. Maciel, M. Justino. (1996). Antiguidade Tardia e Paleocristianismo em Portugal, Lisboa: Autor
3. Marrou, H- I. (1979). Decadência Romana ou Antiguidade Tardia. Lisboa: Editorial Aster;
4. Martínez de la Torre, Cruz; González Vicario, Maria Teresa; Alzaga Ruiz, Amaya. (2010). Mitología Clásica e Iconografía Cristiana, Madrid: Editorial Universitária Ramon Areces;
5. Zanker, Paul. (2010). The power of images in the age of Augustus, Michigan: The University of Michigan Press.

Método de ensino

de observação do aluno. Os exercícios práticos consistirão em relatórios de análise de texto e fichas de observação e descrição de imagens. De modo preferencial e, sempre que possível, realizar-se-ão visitas de estudo a museus e sítios arqueológicos privilegiando-se o contacto direto com a obra de arte.

Método de avaliação

Elementos de avaliação e ponderação:
1. Um teste escrito ( 45%);
2. Um exercício escrito (por exemplo: recensão crítica; relatório de visitas de estudos) (10%)
3. Um trabalho de investigação (45%) (Apresentação escrita- 25%; Apresentação oral - 20 %);

Conteúdo

1. História da Arte da Antiguidade Clássica e Antiguidade Tardia: Contextos e Conceitos. Metodologias e Problemáticas;
2. Fontes Clássicas para a linguagem simbólica da Antiguidade (Vitrúvio, Ovídio, Plínio, o Velho, Santo Isidoro de Sevilha);
3. Mitologia, Judaísmo, Cristianismo e Religiões Mistéricas em confluência na Arte da Antiguidade;
4. Imagens, Signos, Símbolos e Atributos na Antiguidade;
5. A polissemia dos signos artísticos na transição da Antiguidade Clássica para a Antiguidade Tardia;
6. As inter-relações das imagens na pintura, mosaico e escultura e sua contextualização arquitetónica;
7. Grandes temas iconográficos representados na pintura, escultura e mosaico;
8. Escultura e mosaico paleocristãos;
9. Casos de estudo da História da Arte da Antiguidade Clássica e Tardia em Portugal;
10. Sobrevivência das imagens, sentidos e representações da Antiguidade em subsequentes períodos da História, Literatura, História da Arte e Cultura no mundo ocidental.