Transferências culturais entre Impérios - 2. semestre

Objectivos

Conhecer e compreender a presença europeia no espaço ultramarino, sobretudo na Ásia e América (séculos XVI-XVIII), os
diferentes palcos geográficos, políticos, sociais e religiosos, a diversidade de modelos imperialistas e de ocupação/presença
europeia num determinado território, e os fenómenos artísticos resultantes dos contactos estabelecidos e das interacções
fomentadas com diferentes civilizações, nomeadamente:
a) Compreender as diferentes experiências e modelos de actuação, assim como as semelhanças e convergências;
b) Compreender e analisar alguns estudos de caso que podem ser entendidos como ilustrativos desta temática;
c) Integrar a matéria na temática cultural e artística geral;
d) Reflectir sobre as especificidades metodológicas do estudo de corpus artísticos com referentes europeus, mas gerados
em espaços ultramarinos.

Caracterização geral

Código

722061101

Créditos

10

Professor responsável

Alexandra Curvelo

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

BAILEY, Gauvin A., Art on the Jesuit Missions in Asia and Latin America, 1542-1773. Toronto; Buffalo; London: University of Toronto Press, 1999.
Cultural transfers in dispute. Representations in Asia, Europe and the Arab world since the middle ages. Jörg Jeuchter, Friedhelm Hoffmann, Bee Yun (Ed.). Frankfurt: Campus Verlag, 2011.
CURVELO, Alexandra, “Os Portugueses na Ásia dos séculos XVI-XVII: dinâmicas económicas e sociais e vivências artísticas e culturais”, Biombos Namban. Lisboa: IMC, 2009, p.18-42.
GRUZINSKI, Serge, Les Quatre Parties du Monde. Histoire d’une mondialisation. Paris, Éditions de La Martinière, 2004.
KAUFMANN, Thomas DaCosta, Toward a Geography of Art. Chicago; London: The University of Chicago Press, 2004.
LOPES, Rui O., Arte e Alteridade. Confluências da Arte Cristã na Índia, na China e no Japão, séc. XVI a XVIII. [Tese Doutoramento, 2011]
MOREIRA, Rafael, “Uma Fachada-Retábulo em Macau”. Separata de El Museo de Pontevedra, T. LIII. Pontevedra, 1999, p.159-168.

Método de ensino

Ensino teórico-prático, com recurso a imagens e a textos.

Método de avaliação

Em conformidade, a avaliação final consistirá na elaboração de uma ficha de leitura a ser discutida numa sessão teórica (40%) e na elaboração de um trabalho final individual, a ser apresentado por escrito e oralmente (60%).

Conteúdo

I) Reflexão em torno de conceitos como \"transferências culturais\", \"identidades culturais\", \"interacções\", \"trocas\", \"centros\", \"periferias\", \"globalização\", \"fronteira\".
II) Transferências culturais entre os impérios europeus nos palcos ultramarinos: Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Holanda, Suécia e Dinamarca.
III) Transferências culturais entre as presenças europeias e os impérios do Próximo e Médio Oriente (Império Otomano e Safávida), asiáticos (Índia mogol e China Ming), da América (Asteca e Inca) e o casos dos Reinos de Ayutthaya (Sião) e do Japão.