Didática da Literatura em Português - 2. semestre

Objectivos

1. Transposição didática de práticas e métodos de interpretação literária.
2. Atualização teórica a respeito do lugar da literatura na didática da língua.
3. Exercício prático de planificação de aulas literárias.
4. Desenvolvimento de metodologias de ensino da competência argumentativa e discursiva, na escrita e na fala.

Caracterização geral

Código

722160036

Créditos

5

Professor responsável

Maria Manuela Parreira da Silva

Horas

Semanais - 1,5 letivas + 0,5 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

BAPTISTA, Abel Barros, De Espécie Complicada: Ensaios de Crítica Literária. Coimbra: Angelus Novus, 2010.
CARVALHO, Luísa, O Ensino do Português: Como Tudo Começou, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2011.
DIONÍSIO, Maria de Lourdes e Rui Vieira de CASTRO (orgs.), O Português nas Escolas: Ensaios sobre a Língua e a Literatura no Ensino Secundário. Coimbra: Almedina, 2005.
SILVA, J. A., MARTINS, José C., GONÇALVES, Miguel (orgs.), Pensar a Liter@tura no Séc. XXI, Universidade Católica Portuguesa, 2011.
SILVA, Vítor Aguiar, As Humanidades, os Estudos Culturais, o Ensino da Literatura e a Política da Língua Portuguesa. Coimbra: Almedina, 2010.
VIEIRA, Maria do Carmo, O Ensino do Português, FFMS/Relógio d´Água, 2010.

Método de ensino

As aulas conterão uma exposição teórica inicial, de dimensão variável, e uma componente prática centrada na discussão de textos e no exercício de planificação didática. As aulas são independentes da PES mas os estudantes podem trazer à discussão em aula as suas experiências de ensino supervisionado.

Método de avaliação

A avaliação inclui três parâmetros: participação ativa nas aulas (20%); apresentação oral (20 minutos) de uma planificação didática (40%); relatório escrito desenvolvido (8-15 páginas) da planificação didática apresentada (40%).

Conteúdo

Título geral: Literatura, as outras línguas da língua.
Bloco 1: a literatura como ideia crítica da ideia de língua nacional. Problemas de organização curricular de textos para o ensino. Erros tradicionais: o nacionalismo antiliterário dos programas estatais de ensino do Português. Princípios básicos de uma didática cosmopolita da literatura. A importância do Brasil como destino da língua e da literatura em Português.
Bloco 2: a heterogeneidade assistemática da língua na escrita literária. Ponto prévio: incoincidência entre gramática e retórica. Dialogismo e géneros literários. A literatura e o risco da ilegibilidade: exemplos portugueses, brasileiros e africanos. Assinatura e estilo: uma revisão didática.
Bloco 3: a relação literária com a língua enquanto finalidade didática. O sentido da arte na fala e na escrita. O prazer do texto e o gozo da leitura: a aula e a biblioteca. Estímulo do debate argumentativo. Práticas iniciais de escrita crítica: escrever as leituras.