Inventariação e Conservação de Colecções - 2. semestre

Objectivos

O seminário tem como um objetivo fundamental o desenvolvimento de competências que permitam a implementação de princípios e metodologias de inventário e documentação e de conservação nas práticas museológicas.
Pretende-se fornecer as orientações para realização do diagnóstico da documentação de coleções/acervos e do diagnóstico de conservação refletindo uma visão integrada dos fatores de risco e o enquadramento institucional e técnico de cada museu.
Espera-se assim que os alunos fiquem preparados para por em prática as medidas de documentação e conservação adequadas para a preservação de coleções museológicas.

Caracterização geral

Código

722051318

Créditos

10

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem

Bibliografia

ROBERTS, A. (2004). Invent. and Documentation In BOYLAN, P.J., (Ed.). Running a Museum: A Pract. Handbook. Paris: ICOM, 31-50.
LADKIN, N. (2004). C. Management In BOYLAN, P.J., (Ed.). Running a Museum: A Practical Handbook. Paris: ICOM, 17-30.
MATOS, A. (2007). Os sistemas de informação na gestão de colecções museológicas: Contribuições para a certificação de museus. Dissertação de Mestrado do Curso Integrado de Estudos Pós-graduados em Museologia apresentada à FLUP.
USILLOS, A. G. (2010), Museología y documentación. Criterios para la definición de un proyecto de documentación en museos, Gijón, Ediciones Trea, S.L
CORR, S. (2000). Caring for collections: a manual of preventive conservation. Dublin: The Heritage Council.
THOMSON, G. (1996) – The Museum Environment. 2.ª ed., Londres: Butterwor Heinemann.
CAMACHO, Clara (coord.) (2007). Plano de Conservação Preventiva: bases orientadoras, normas e procedimentos. Col. Temas de Museologia. Lisboa: MC- I. dos M. e da Conservação.

Método de ensino

Aulas com componente expositiva (apoiada em recursos audiovisuais) e com a apresentação de casos de estudo e análise de boas práticas. Seguindo o formato de seminário, os alunos participarão no levantamento e selecção de casos, através
de visitas de estudo a museus e de algumas palestras e debates com profissionais e técnicos nas áreas de documentação e inventariação de coleções em museus.
Apresentação de casos práticos através de colaboração de investigadores do Departamento de Conservação e Restauro da Faculdade de Ciências e Tecnologia (UNL).

Método de avaliação

Avaliação através da assiduidade (mínimo de 75%) e participação ativa nas sessões do seminário, da apresentação de uma ficha de leitura no âmbito da bibliografia recomendada ou outra proposta previamente e aceite no seminário e da apresentação e discussão de um trabalho escrito sob a forma de relatório ou de plano ou projecto , reportado à documentação e à conservação de um objeto ou de uma coleção em contexto museológico

Conteúdo

Parte I – Inventário e documentação museológicos
1) Contextualização da documentação e da inventariação de coleções e acervos na história e na atualidade dos museus; 2) Principais conceitos e a sua aplicação em contexto museal; 3) O programa de coleções e acervos. A política de incorporação; 4) Instrumentos documentais, informatização, normalização e controlo da documentação de coleções e acervo do museu; 5) Metodologia de documentação, inventariação no museu; 6) Do objecto documental ao sistema de documentação do museu.
Parte II – Conservação
1) O plano de Conservação Preventiva; 2) Avaliação e gestão de riscos ; 3) Monitorização e controlo ambiental e biológico: 4) Gestão de reservas; 5) Circulação de bens culturais; 6) Exposição e conservação; 7) Segurança e planos de emergência; 8) Experiências de conservação em museus.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: