Gestão e Proteção do Património Arqueológico - 2. semestre

Objectivos

1) Identificar a principal legislação internacional e nacional sobre o Património Cultural, Arquitectónico e
Arqueológico
2) Reconhecer a evolução e o contexto histórico da gestão do Património Cultural em Portugal.
3) Conhecer a organização da arqueologia na Europa e em Portugal.
4) Analisar diferentes processos de salvaguarda, conservação e valorização de monumentos e sítios
arqueológicos.
5) Identificar as principais questões de gestão técnica, de organização administrativa e do sistema financeiro
da Arqueologia Portuguesa.
6) Preparar os alunos na metodologia de investigação de casos de estudo.

Caracterização geral

Código

722051400

Créditos

10

Professor responsável

Catarina Tente

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

CUSTÓDIO, Jorge (2011), \"Renascença\" Artística e Práticas de Conservação e Restauro Arquitectónico em Portugal, durante a 1.ª República: Fundamentos e Antecedentes, Lisboa: Caleidoscópio
CUSTÓDIO, Jorge, Coordenação (2012), 100 Anos de Património. Memória e Identidade. Portugal 1910-2010, 2.ª ed., Lisboa: IGESPAR
LACROIX, Michel (1999), O Princípio de Noé ou a Ética da Salvaguarda, Lisboa: Piaget
LOPES, Flávio (2012), Património Arquitectónico e Arqueológico: Noção e Normas de Protecção, Lisboa:
Editorial Caleidoscópio
LOPES, Flávio e CORREIA, Miguel Brito (2004), Património Arquitectónico e Arqueológico, Cartas,
Recomendações e Convenções Internacionais. Lisboa: Livros Horizonte.
MORENO, Fernando (1991), \"El Régimen Jurídico do Património Arqueológico\", Jornadas Internacionais de Arqueologia de Intervención. Bilbao.
NEGRI, Vicent (coord.), (1992), \"L’organisation territoriale de l’archéologie en Europe\", in Actes des Rencontres Européennes de l’Archéologie. Montpellier 1991. Ed.CNFPT

Método de ensino

Aulas teóricas ilustradas. Discussão crítica dos itens do programa da unidade curricular, vai a par com
participação activa nas aulas. Exercício de comentários críticos. Visita de estudo a um Sítio e a um Parque
Arqueológico. Actividades orientadas pelo docente – assistência a conferências. Apresentação e discussão de trabalhos de investigação referente a casos de estudo, precedido da entrega de plano prévio e com
apresentação e discussão na aula. Os alunos têm de apresentar de relatório de visita de estudo.

Método de avaliação

Avaliação decorre da soma das classificações dos dois trabalhos e da participação em contexto dos exercícios realizados na sala de aula: Trabalho de investigação (60%), Relatório da visita (25%) e participação (15%).
Consideram-se aprovados os alunos que obtiverem média igual ou superior a 10 valores.

Conteúdo

I. INTRODUÇÃO AO PATRIMÓNIO CULTURAL
1. Perspectiva histórica
2. Sociedade e Património: atitudes, conflitos e ética patrimonial
3. Consciência, Memória e Identidade
4. Conservação dos bens culturais
II. PATRIMÓNIO ARQUEOLÓGICO
1. Génese e história do património arqueológico a nível internacional e nacional
2. Convenções e Recomendações internacionais do Património Arqueológico: UNESCO, Conselho da Europa e
ONG´s
3. Legislação portuguesa
4. Protecção e gestão do património arqueológico: Organização da arqueologia e ordenamento do território
5. Museus e Reservas de bens arqueológicos
III. CASOS, PROGRAMAS E PLANOS DE GESTÃO
1. Inventário e classificação
2. Cartas arqueológicas
3. Conservação de sítios e monumentos classificados
4. Valorização, promoção e divulgação
5. Itinerários arqueológicos
6. Programas de cultura, educação e turismo
7. Gestão de sítios arqueológicos
8. Parques arqueológicos: planos de ordenamento

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: