A cidade e as Artes/Cities and Arts - 2. semestre

Objectivos

As cidades são hoje um palco privilegiado para a valorização do património, para a criação contemporânea, para o desenvolvimento de práticas culturais diversas mas também para a consolidação de uma democracia cultural que combine fruição com a prática artística por parte dos seus cidadãos.
Por outro lado, as políticas culturais das cidades são hoje verdadeiros mecanismos que contribuem para o seu desenvolvimento estratégico, ao mesmo tempo que a cultura e as artes contribuem para a promoção nacional e internacional das cidades.
Importa, por isso, analisar muitas destas dinâmicas tendo em conta as diferentes realidades locais mas
comparando experiências nacionais com diversos estudos de caso internacionais.

Caracterização geral

Código

722051416

Créditos

10

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

Bibliografia

Florida, Richard (2012 [2002]). The rise of the creative class. New York: Basic Books.
Hall, Peter (1988). Cities of tomorrow: an intellectual history of urban planning and design in the twentieth
century. Blackwell Publishing.
Miles, Malcolm (2007). Cities and cultures. Routledge.
Mitchell, Don (2003). The right to the city: social justice and the fight for public space. New York: The Guilford
Press.
Parker, Simon (2011). Cities, politics and power. Routledge.
Roodhouse, Simon (2010). Cultural quarters. Intellect.

Método de ensino

A metodologia de ensino assenta em duas dimensões. Primeira, um discurso do docente em cada aula,
permitindo uma síntese do tema e suas consequências historiográficas, com chamadas de atenção para as
grandes bases documentais. Neste âmbito conduz-se à intervenção dos discentes por meio de exercícios
como as apresentações de citações ou a remissão para os métodos e conteúdos do trabalho de investigação.

Método de avaliação

Segunda, o andamento do processo de avaliação, concebendo-se a avaliação como um percurso de
aprendizagem que permite a utilização de competências transversais ao fazer das ciências sociais. Por essa
razão a avaliação encontra-se estruturada de acordo com três áreas: consolidação (20%), englobando uma
prova presencial escrita seguida de uma oral e a apresentação justificada de um conjunto de citações;
construção (10%), constituída pela presença em aula e pela participação em actividades de cultura próximas
dos temas do Programa; investigação (70%).

Conteúdo

A Cidade e as Artes
I Parte - Definições
Cidades, Cultura e Arte
II Parte - Interacções
Cidades produtoras de cultura
Cultura e artes com factores de re-produção das cidades
III Parte - Cidades e políticas
Cidades criativas
Cidades culturais
Quarteirões culturais
IV Parte - Estudos de caso