Tourism Management at World Heritage Sites

Objectivos

a) Avaliar e aplicar técnicas e instrumentos para a gestão e desenvolvimento sustentáveis do turismo nos Sítios do Património Mundial (SPM) e noutros sítios do património.
b) Analisar criticamente e sintetizar conteúdos da literatura académica sobre o turismo / património e discutir os modelos académicos em relação a documentos políticos, dados recolhidos através da observação directa / entrevistas e informações secundárias (relatórios, estatísticas, etc.)
c) Avaliar criticamente os indicadores de desenvolvimento sustentável e as potencialidades e limitações do turismo para gerar meios de subsistência alternativos, promover a criatividade cultural, preservar os sítios do património e facilitar o diálogo intercultural e a promoção de culturas da paz.
d) Mediar acções entre as políticas de património globais / nacionais e os objectivos específicos de desenvolvimento nos contextos nacional / regional / local.

Caracterização geral

Código

722001055

Créditos

10

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

Não tem.

Bibliografia

Ashworth, G. J., Graham, B. J., & Tunbridge, J. E. (2007). Pluralising Pasts: Heritage, Identity and Place in Multicultural Societies (London: Pluto), 2007
Di Giovine, M. A. (2009). The heritage-scape. Lanham: Lexington Books.
Jokilehto, J., Feilden, B. M. (1993). Management guidelines for world cultural heritage sites. Rome: ICCROM.
Mitchell, N., Rössler, M. (2009). World heritage cultural landscapes: A handbook for conservation and management. Paris: UNESCO.
Pedersen, A. (2002). Managing tourism at world heritage sites. Paris: UNESCO .
Robinson, M., & Picard, D. (2006). Tourism, culture and sustainable development. Paris: UNESCO.
Singh, J. P. (2010). UNESCO: Creating norms for a complex world. London: Routledge.
UNESCO (2002). Operational guidelines for the implementation of the World Heritage Convention. Paris, France: World Heritage Centre.

Método de ensino

O módulo será leccionado através de uma combinação de palestras (50%), seminários liderados pelos estudantes (25%) e trabalho prático de campo guiado, envolvendo os gerentes e outras partes interessadas dos principais sítios do património em Portugal (25%).

Método de avaliação

A avaliação final será escrita, com o formato de uma dissertação de 4000 palavras (+/- 10%; em Inglês ou Português) sobre um tema a ser acordado com o responsável do curso. Este trabalho final deve incluir uma revisão de literatura académica, bem como uma recolha de dados primários (por meio de entrevistas, observação directa, pesquisas) e/ou secundários.
Para além disso, cada aluno terá que elaborar e dirigir um seminário sobre um tema a ser acordado no início do curso. A avaliação deste baseia-se na qualidade da apresentação e um documento que descreve o conteúdo do tema e a estratégia para comunicá-lo à classe. A marca para a dissertação vai contar para 75%, o seminário liderado por estudantes por 25% da nota final.

Conteúdo

O património mundial da UNESCO tornou-se uma das mais potentes acções normativas no campo da política cultural internacional. Primariamente motivado por preocupações com a destruição de sítios culturais específicos, o programa hoje emancipou-se como um instrumento para o desenvolvimento económico, a construção nacional e a promoção de culturas cosmopolitas. O turismo desempenha aqui um papel crucial. O objectivo deste módulo de antropologia aplicada é ensinar aos actuais e futuros agentes da política cultural, gestores de sítios e profissionais do património, as técnicas e os instrumentos conceptuais e práticos para uma gestão sustentável do turismo nos sítios do património. O módulo foi desenvolvido no âmbito da rede internacional UNITWIN-UNESCO \"Cultura, Turismo, Desenvolvimento\".

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: