Curadoria da informação: preservação e recuperação da informação - 2. semestre

Objectivos

1. Compreender os princípios teóricos e metodológicos para a preservação e recuperação da informação no âmbito do ciclo da curadoria da informação.
2. Ser capaz de utilizar e conceber normas e orientações e de aplicar técnicas e outros instrumentos inerentes ao armazenamento e recuperação para acesso, uso continuado, reutilização e transformação da informação e da metainformação.
3. Ser capaz de efetuar o planeamento e implementação dos processos de preservação e recuperação da informação, independentemente da natureza da informação, etapa do ciclo de vida, modo de produção ou suporte/meio tecnológico.

Caracterização geral

Código

722051441

Créditos

6

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

Carrera, Carmen D. (2012). La biblioteca digital. Gijón: Ed. Trea.
Chowdhury, G. G. (2010). Introduction to modern information retrieval. 3. Ed. London: Facet Publishing.
Gladney, H. M. (2007). Preserving digital information. London: Springer.
González, Yolanda; Hilario, Ana B. (coord.) (2014) – Descripción y recuperación de la información. Madrid: Pirámide.
Harvey, Ross (2010). Digital Curation: a how-to-do-it manual. Londres: Facet.
Hughes, L. (2004). Digitizing collections. London: Facet Publishing.
Jordan, M. (2006). Putting content online: a practical guide for libraries. Chandos Publishing.
MINERVA (2008). Technical guidelines for digital cultural content creation programmes. Disponível em :
http://www.minervaeurope.org/structure/workinggroups/servprov/documents/techguid1_0.pdf
Olivera, L. H. (ed.) (2008). Tabula, n.º11, Ahogados en un mar de siglas. Estándares para la gestión, descripción y acceso a los recursos archivísticos. Léon: ACAL.

Método de ensino

O seminário será desenvolvido por meio de aulas presenciais e por trabalho autónomo dos alunos.
As aulas presenciais terão um carácter teórico-prático, sendo constituídas por momentos de exposição teórica dos temas, exercícios práticos, apresentações orais e debates participados pelos alunos. Os alunos devem ler o material que é sugerido antes de cada aula.
O trabalho autónomo dos alunos deve complementar e aprofundar os conhecimentos transmitidos em sala, promovendo uma aprendizagem autónoma por parte dos alunos.

Método de avaliação

A avaliação será feita com base na seguinte ponderação:
-Trabalho de grupo (apresentação escrita) – 45%
-Trabalho de grupo (apresentação oral) – 15%
-Comentário de textos (individual) – 30%
-Participação (individual) -10%.

Conteúdo

1. Políticas e responsabilidades de preservação e recuperação da informação no âmbito do ciclo da curadoria da informação. Plano estratégico de armazenamento e preservação. Custos e modelos de negócio.
2. Armazenamento e preservação de documentos em suporte analógico.
3. Projetos de transferência de suporte.
4. Preservação digital. Atributos de sistemas de armazenamento e preservação. Requisitos de metainformação para a preservação. Estratégias de preservação digital. O modelo OAIS. Gestão e certificação de repositórios digitais.
5. Recuperação da informação e dos documentos. Modelos e formas de recuperação de informação, de documentos e da sua metainformação. Recuperação da Informação na Web. Avaliação de sistemas de recuperação da informação. Sistemas de Gestão bibliográfica. Sistemas de gestão arquivística. Sistemas de Gestão documental e de gestão de conteúdos. Arquivos e Bibliotecas Digitais.
6. Acesso, uso, reutilização e transformação da informação. Web semântica.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: