Redes e transferências artísticas no Sul da Europa (1870-1918) - 2. semestre

Objectivos

1. Compreender a produção artística numa lógica de rede, contactos, circulação e transferências culturais;
2. Dominar as referências teóricas e historiográficas que fundamentam essa compreensão e os debates que lhe estão associados (nomeadamente os que decorrem das abordagens pós-coloniais, da crise das narrativas eurocentricas e da revisão dos conceitos de influência, identidade ou periferia);
3. Conhecer a produção artística baseada na Europa do Sul entre os academismos e as 1ªs vanguardas, com destaque para a análise de exemplos portugueses e espanhóis, mas também italianos e gregos;
4. Mapear e analisar redes e transferências artisticas na Europa do Sul;
5. Mapear e analisar redes e transferências artisticas entre o Sul da Europa e outras partes do mundo (não apenas o centro e o norte da Europa, mas também territórios como o das colónias e ex-colónias);
6. Aplicar os conhecimentos adquiridos e desenvolver a capacidade crítica na elaboração de um trabalho de investigação escrito.

Caracterização geral

Código

722061108

Créditos

10

Professor responsável

Joana da Cunha Leal

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

1. Art History in the Wake of the Global Turn (eds. A. D´Souza e J.H. Casid), Yale University Press, 2014
2. Barcelona and Modernity (eds. W.H. Robinson, J. Falgas e C. Bellon Lord), Yale University Press, 2006
3. Bozal, V., Arte del Siglo XX en España 1900-1939, Espasa Calpe, 1991
4. International Yearbook of Futurism Studies - vol 3 - Iberian Futurisms (ed. G. Berghaus), De Gruyter, 2013
5. Is Art History Global? (ed. J. Elkins), Routledge, 2007
6. Kaufmann, Th. DaCosta, Toward a Geography of Art, The University of Chicago Press, 2004
7. Mejias-Lopez, A. , The inverted Conquest, Vanderbilt Univ. Press, 2009
8. Nationalism and French Visual Culture, 1870-1914, (eds. J. Hargrove e N. McWilliam), National Gallery of Art, 2005
9. Revista de História da Arte - N. 10 Práticas da teoria (eds J. Cunha Leal e M. Pinto dos Santos), IHA, 2012
10. Rousseau, P., La aventura simultánea: Sonia e Robert Delaunay en Barcelona, Univ. Barcelona, 1995

Método de ensino

Aulas expositivas teóricas asseguradas pelas docentes, seguidas da análise e discussão de textos em regime de seminário (baseado numa antologia pré-definida e disponibilizada aos alunos via moodle). São também apresentados e discutidos em seminário os trabalhos de investigação (18-20 pags) relacionados com os conteúdos programáticos e entregues no final do semestre pelos alunos.

Método de avaliação

A avaliação deste curso assenta em 2 elementos:
1) participação nos seminários baseada na leitura de textos pré-definidos e apresentação e discussão do trabalho final (40%)
2) trabalho de investigação final (60%)

Conteúdo

1. A história da arte entre a geografia da arte e a crítica pós-colonial: da crise das narrativas eurocêntricas à história da arte global.
2. O debate centro-periferia e o lugar paradoxal da Europa do Sul.
3. As historiografias da arte nacionais face às noções transnacionais de redes e transferências artísticas.
4. Casos de estudo:
a) A pintura de história e a construção de identidade nacional nas periferias do Sul: Portugal, os centenários e o Ultimato Britânico; Espanha e a Guerra da Independência Cubana; Itália e o Risorgimento; Grécia e a Megali Idea;
b) Transferências entre as artes: cultura visual e literatura entre o final de Oitocentos e as primeiras décadas do século XX;
c) Redes artísticas no Sul da Europa: o culto do classicismo e do Mediterrâneo;
d) Transferências e deslocações nas 1ªs vanguardas.