Temas de Arte em Portugal - 2. semestre

Objectivos

Reconhecer, de forma prática, a criação artística portuguesa. Entender a importância da produção na área das artes decorativas em Portugal ao longo do chamado período moderno (do fim da Idade Média à contemporaneidade).
Distinguir os vários momentos de produção de alguns objetos produzidos em Portugal no referido período cronológico.
Criar a noção da necessidade de proximidade na análise de obras de arte.

Caracterização geral

Código

722061125

Créditos

10

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

Caetano, Joaquim de Oliveira, Obras-primas da arte portuguesa – Escultura, Lisboa, Athena, 2015;
Dias, Pedro, História da Arte Portuguesa no mundo (1415-1822), O Espaço do Índico e O Espaço do Atlântico, Lisboa, Círculo de Leitores, 1998 e 1999;
Lameira, Francisco, O retábulo em Portugal. Das origens ao declínio, Faro, Universidade do Algarve e Universidade
de Évora, 2005;
Meco, José, O azulejo em Portugal, Lisboa, Alfa, 1989;
Pereira, Paulo, Arte Portuguesa. História essencial, Lisboa, Temas e Debates/Círculo de Leitores, 2014;

Método de ensino

O programa temático será leccionado de forma diacrónica, sendo cada um dos temas explorado desde a sua mais recuada representação no país até à contemporaneidade.
Muitas aulas poderão contar com a participação de convidados especialistas em cada um desses temas. As aulas terão uma componente iminentemente prática sendo maioritariamente leccionadas em museus.

Método de avaliação

A avaliação será feita em duas partes tendo as duas idêntica forma de apresentação.
Consistirá na elaboração de dois trabalhos escritos, depois apresentados à turma.

Conteúdo

-As artes em Portugal/Problemática da criação artística e a primazia das artes decorativas no território nacional:
a azulejaria
a cerâmica
retábulo e a talha
a ourivesaria
o mobiliário
as artes da expansão
-A pintura e a escultura no contexto histórico /artístico português;
-Todos os temas serão ilustrados com visitas a museus e coleções de maior relevância para o seu melhor
entendimento. A componente prática em que se incluem estas visitas terá um peso superior a 50% das horas letivas.
-Assim incluem-se visitas aos seguintes museus:
Museu Nacional do Azulejo;
Museu Nacional de Arte Antiga (incluindo possível vista às reservas);
Museu de São Roque;
Convento dos Cardais;
Museu das Artes Decorativas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: