Feiras e Bienais: Circuitos da Arte - 2. semestre

Objectivos

Tomar conhecimento com as principais ocorrências periódicas do mundo da arte.
Observar a importância da participação dos artistas nos eventos internacionais para o desenvolvimento das suas
carreiras e das suas cotações no Mercado da Arte e Colecionismo.
Atentar às condições do mercado internacional onde se formam coleções privadas e institucionais.

Caracterização geral

Código

722061126

Créditos

10

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

ADAM, Georgina, Big Bucks: The Explosion of the Art Market in the 21st Century, Lund Humphries, 2014;
ALTSHULER, Bruce, Biennials and Beyond. Exhibitions that Made Art History: 1962‐2002, Phaidon, 2013;
GREENBERG, Reese, et. al., Thinking About Exhibitions, Taylor and Francis e-Library, 2005;
OBRIST, Hans Ulrich, Ways of Curating, Faber and Faber, 2014;
VELTHIUS, Olav, Talking Prices. Symbolic Meanings of Prices on the Market for Contemporary Art, Princeton
University Press, 2005.

Método de ensino

Visita presencial de grandes eventos do mundo da arte (feiras e bienais).

Método de avaliação

A avaliação de conhecimentos é realizada a partir dos projetos finais que terão apresentação
escrita e através da avaliação qualitativa da participação nas visitas.

Conteúdo

Esta Unidade Curricular consiste na visita presencial e no estudo crítico de grandes eventos do mundo da arte. O conteúdo da UC é elaborado em atenção ao calendário dessas ocorrências, passível de adequação em cada ano. O agendamento das visitas de estudo (mínimo 1 visita) será feito atendendo ao número de inscritos na unidade curricular e considerando o orçamento de cada deslocação.
Serão visitadas as principais feiras de arte internacional e as bienais artísticas. Na Suíça, a Art Basel é palco da mais importante feira de arte contemporânea mundial, com extensões em Miami e em Hong Kong; em Londres, a Frieze Art Fair, vocacionada para a arte contemporânea, contribui para a dinamização do Mercado da Arte e Colecionismo numa das cidades mais criativas neste domínio; em França, a FIAC Paris e a Paris Photo convidam a observar o Mercado da Arte e Colecionismo entre uma programação cultural intensa oferecida pelas suas instituições culturais; em Espanha, a ARCO Madrid, feira de arte contemporânea, permite observar o impacto que o mercado e a prática colecionista desempenham sobretudo na Península Ibérica.
Periodicamente, acontecem as bienais. De dois em dois anos, tem lugar a Bienal de Veneza, motivo para visitar a mais antiga bienal de arte contemporânea e analisar as participações nacionais naquele espaço. De cinco em cinco anos, é a vez da Documenta de Kassel, na Alemanha, a exposição de arte contemporânea mais importante desta tipologia, cuja periodicidade contribui para fazer dela um evento paradigmático. O tema das exposições periódicas, as bienais (Veneza e São Paulo) tem sido alvo de Investigação por pesquisadores do IHA, que se deseja potenciar através da colaboração destes investigadores e da abertura de linhas de pesquisa.
O itinerário das viagens é construído de acordo com a programação existente.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: