Gestão e Programação de Projetos Culturais e Criativos - 1. semestre

Objectivos

A UC pretende dar resposta às necessidades decorrentes de um novo cenário cultural a que temos assistido nas duas últimas décadas, nomeadamente a necessidade por parte das instituições de profissionais qualificados e atualizados nos domínios da cultura, bem como dos novos desafios colocados aos profissionais da cultura em virtude das inovações comunicacionais e tecnológicas dos últimos anos. O estudante deve ser capaz de refletir sobre a atual situação do setor cultural em Portugal e que desafios se colocam hoje a um profissional no domínio da cultura; aprofundar os conhecimentos teóricos e metodológicos indispensáveis para o estudo das realidades quotidianas da programação, gestão e manutenção dos equipamentos culturais; conceber, organizar e produzir eventos e projetos culturais e criativos; elaborar planos diretores culturais para instituições e equipamentos culturais e desenvolver as competências
necessárias para uma formação avançada e prestação de consultoria nas áreas da programação cultural e gestão de
projetos culturais.

Caracterização geral

Código

2100100

Créditos

10

Professor responsável

Patrícia Ascensão

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Pré-requisitos

Bibliografia

- AAVV (2002), Projeto e Circunstância. Culturas Urbanas em Portugal. Porto: Afrontamento;
- AAVV (2004), Públicos da Cultura. Lisboa: OAC;
- AAVV (2010), Novos Trilhos Culturais. Práticas e Políticas. Lisboa: ICS;
- AAVV (2012), Cultura Política e Práticas de Cultura. Lisboa: Fonte da Palavra;
- Aguileta, I. L. de (2000), Cultura y ciudad. Manual de política cultural municipal. Gijon: Trea;
- Debord, G. (2012), A Sociedade do Espetáculo. Lisboa: Antígona;
- Esquenazi, J. P. (2006). Sociologia dos Públicos. Porto: Porto Editora;
- Lipovetsky, G. (2013), A Cultura-mundo. Resposta a uma sociedade desorientada. Lisboa: Edições 70;
- Lopes, J. T. (2007), Da Democratização à Democracia Cultural. Uma reflexão sobre políticas culturais e espaço
público. Porto: Profedições;
- Madeira, C. (2002), Novos Notáveis. Os programadores Culturais. Oeiras: Celta;
- Pais, J. M. (2002), Sociologia da Vida Quotidiana. Lisboa: ICS;
- Ribeiro, A. P. (2000), Ser feliz é imoral. Lisboa: Cotovia.

Método de ensino

Método de avaliação

Conteúdo

A cidade cultural e as culturas na cidade. As cidades dentro da cidade.
- Desafios contemporâneos da programação cultural. As dimensões da programação cultural: oferta, procura,
criação, formação, circulação e internacionalização. O papel do programador cultural: mediador ou curador?
Práticas e consumos culturais. Os públicos da cultura.
- A programação cultural na cidade e para a cidade. A definição de um plano estratégico para o setor cultural e
criativo. A gestão estratégica de projetos culturais. Conceção e implementação de projetos culturais e criativos:
as fases de produção, os atores. Financiamento de organizações e projetos culturais.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: