Mediação e Educação em Museus - 2. semestre

Objectivos

Dominar uma abordagem teórica e prática dos conceitos e experiências curatoriais e pedagógicas contemporâneas, em museus, centros de arte e espaços não convencionais; conhecer, desenvolver e utilizar instrumentos e estratégias concretos que permitam uma prática informada e problematizadora e uma adequada comunicação com uma grande diversidade de públicos.

Caracterização geral

Código

722051317

Créditos

10

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem

Bibliografia

BARRIGA, Sara; SILVA, Susana Gomes da (Coord.), (2007), Serviços Educativos na Cultura, col. Públicos, Sete Pés, Porto.
FALK, John H. and Dierking, Lynn D., eds. (1995), Public Institutions for Personal Learning: Establishing a Research Agenda, Washington: American Association of Museums.
FALK, John H. and Dierking, Lynn D. (2000), Learning From Museums: Visitor Experiences and the Making of Meaning, Lanham, New York, Oxford, Walnut Creek: Altamira Press.
HERNÁNDEZ, Fernando (2007). Espigador@s de La cutlura Visual. Otra narrativa para la education de las artes visuais. Octaedro, Barcelona
HOOPER-GREENHILL, Eilean (2007), Museums and Education. Purpose, pedagody and performance, Routledge, London; New York
HOOPER-GREENHILL, Eilean (2007), Museums and Learning in the 21st Century, Routledge, London; New York
SILVA, Susana Gomes da (2009), ‘Para além do olhar: a construção de significados pela educação museal’, in Arte/Educação como Mediação Cultural e Social, UNESP, São Paulo.

Método de ensino

Aulas teórico-práticas, com conteúdos programáticos sintetizados em apresentações power point e na análise crítica de textos da bibliografia.
As aulas práticas focar-se-ão no desenvolvimento de projectos pensados a partir da investigação, diagnóstico e planeamento das suas diversas fases, incluindo a reflexão e a noção de exequibilidade. Deverá também considerar a comunicação, de modo inclusivo, para diversos públicos.

Método de avaliação

Participação nas sessões de seminário, contribuindo para o aprofundamento dos temas em estudo — 30% ; 2. Trabalho individual que pode consistir em
2.1. Proposta de programação/projeto educativo, com plano completo — 70%;
2.2. Relatório de diagnóstico de uma programação/atividade educativa em Portugal, contextualizando-a no programa da instituição anfitriã — 70% ; 2.3. Abordagem a algum dos temas propostas no curso da UC, sob forma de artigo científico — 70% ; 2.4. Abordagem crítica sobre debate a realizar, em Abril de 2018, na FASVS — 70%

Conteúdo

Mudanças de paradigma e questões contemporâneas; a função educativa do museu ainda faz sentido?; Quem são os públicos?; experiencias, aprendizagens e processos de mediação; Critérios, linhas programáticas, eixos orientadores para desenhar programação; atividades e programas educativos: - formatos e tipologias, ritmos e perfis; Contextos, princípios, tipologias de pensamento e atuação – empowerment e ownership; acesso, inclusão e diversidade

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: