Produção Agroalimentar e Sustentabilidade

Objectivos

No final desta unidade curricular o estudante terá adquirido conhecimentos, aptidões e competências que lhe permitam:

- Compreender a dimensão integradora das cadeias de valor agroalimentares.

- Reconhecer os desafios do comércio alimentar no espaço Europeu, numa perspetiva de competitividade global

- Conhecer as principais ameaças à produção alimentar, desde as alterações climáticas até à poluição dos agroecossistemas.

- Reconhecer que a segurança alimentar é compatível com práticas sustentáveis e amigas do ambiente.

- Enquadrar o comércio alimentar global numa economia circular.

- Caracterizar o setor agroalimentar em Portugal e os desafios que enfrenta a nível global.

Caracterização geral

Código

12214

Créditos

3.0

Professor responsável

Fernando Henrique da Silva Reboredo

Horas

Semanais - 3

Totais - 56

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Os alunos deverão possuir conhecimentos básicos sobre biologia, química e bioquímica

Bibliografia

 Nigam, P.S. & Pandey, A. (Ed) (2009) Biotechnology for agro-industrial residues utilisation: Utilisation of agro-residues, Springer-Verlag, 466 pg. 

Basch, G., Kassam, A., González-Sánchez, E. J. & Streit, B. (2012) Making sustainable agriculture real in CAP 2020. The role of conservation agriculture. The European Conservation Agriculture Federation (ECAF), Brussels, 48 pg. 

Noronha T (2016) Setor agroalimentar em Portugal. Conjunturas e abordagens recentes. 1ª Ed., Edições Sílabo Lda. (Lisboa) 228 pg. 

OECD-FAO Agricultural Outlook 2018-2027, OECD Publishing, Paris/FAO, Rome

Galanakis, C.M. (2018) Sustainable Food Systems from Agriculture to Industry. Improving Production and Processing, 1st Edition, Academic Press, 442 pg. 

Método de ensino

As sessões teóricas realizam-se com recurso a data-show e métodos de e-learning (uso da plataforma Moodle). As aulas teórico-práticas constam de análise e interpretação de casos de estudo.Os projectos e/ou trabalhos são iniciados nas aulas teórico-práticas, através de pesquisa on-line sobre os assuntos a abordar, existindo uma orientação contínua por parte do Responsável da Unidade Curricular. Os estudantes terão acesso a toda a bibliografia sobre a UC assim como a todos os materiais disponibilizados (power-points, PDFs). A formação teórica e teórico-prática complementa-se com a atenção personalizada em aulas tutoriais.

Método de avaliação

A avaliação será contínua, composta por 3 elementos, havendo classificação mínima de aprovação (9,5 escala de 20 valores) a cada componente – o peso da componente teórica é de 50% e a teórico-prática:50%.

Conteúdo

- A alimentação humana no mundo – da pré-história aos desafios atuais. Avanços da tecnologia alimentar – linhas de processamento, automação e controlo. Mercado global de alimentos e tendências futuras em face das previsões do aumento populacional.

- Matérias-primas de origem vegetal e animal - da produção à comercialização. Cadeias de valor agroalimentares. Avanços na biotecnologia vegetal e animal. O desenvolvimento de novos produtos alimentares – alimentos funcionais e suplementos alimentares.

- Comércio alimentar no espaço Europeu – o futuro dos sistemas alimentares na Europa. A dimensão ambiental e económica da Política Agrícola Comum. Agricultura de Precisão e o uso da Tecnologia Digital no aumento da competitividade. Sistemas alimentares energeticamente eficientes.

- Princípios gerais de higiene dos alimentos - Código internacional de práticas recomendadas (Codex Alimentarius). Sistema de análise de perigos e pontos críticos de controlo (HACCP) e diretrizes para a sua aplicação. A importância do controlo da qualidade e da segurança alimentar. O papel de monitorização do European Food and Safety Authority (EFSA). The Rapid Alert System for Food and Feed (RASFF) – Relatório Anual de 2017.

- As principais ameaças à produção e sustentabilidade alimentar – alterações climáticas, a disponibilidade hídrica, a perda da fertilidade do solo e a erosão, a poluição dos agroecossistemas.

- Enquadramento do comércio alimentar numa economia circular – redução das ineficiências e otimização da sustentabilidade. Soluções potenciais e recomendações políticas. Programas Europeus de investigação e inovação alimentar - FOOD 2030, Agri Renaissance Project – Interreg Europe e o Programa Horizon 2020.

- Caracterização do sector agroalimentar em Portugal. Dados estatísticos do Instituto Nacional de Estatística – boletim mensal de agricultura e pescas, recenseamento agrícola. Classificação das atividades económicas, estrutura económica, particularidades do sector. A importância da valorização dos produtos tradicionais.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: