Fundações Especiais e Contenções

Objectivos

O aluno deve ficar apto a:

1. Verificar a segurança aos estados limites últimos e de utilização de cortinas flexíveis.

2. Prever níveis de dano em estruturas adjacentes a escavações suportadas por cortinas multi-apoiadas.

3. Verificar a segurança aos estados limites últimos e de utilização de fundações profundas (estacas isoladas e em grupo), para carregamento vertical (compressão e tracção) e horizontal.

Caracterização geral

Código

10463

Créditos

6.0

Professor responsável

Nuno Manuel da Costa Guerra

Horas

Semanais - 5

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Aprovação na disciplina de Fundações (MEC-EG) ou Análise de Estruturas Geotécnicas (MIEC).

Bibliografia

Bowles, J.E. (1996) - "Foundation Analysis and Design", McGraw-Hill, 5th ed.

Budhu, M. (2000) - "Soil Mechanics and Foundations", Wiley.


Cernica, J.N. (1995) - "Geotechnical Engineering: Foundation Design", Wiley.

Frank, R.; Bauduin, C.; Driscoll, R.; Kavvadas, M.; Krebs Ovesen, N.; Orr, T.; Schuppener, B. (2004). Designers'''''''' Guide to EN1997-1, Eurocode 7: Geotechnical design -- General Rules. Thomas Telford, London.

Guerra, N. (2018) - Estruturas de Suporte. FCT/UNL, Lisboa.

NP EN1997 - 1 (2010) - "Eurocódigo 7. Projecto Geotécnico, Parte 1: Regras Gerais".

Poulos, H.G. e Davis, E.H. (1980) - "Pile Foundation Analysis and Design", Wiley.

Puller, M. (2003) – “Deep excavations: a practical manual”. 2nd Edition. Tomas Telford.

Método de ensino

Aulas teorico-práticas, com partes em que a matéria é apresentada pelo docente, a que se seguem aplicações simples, por parte dos alunos.

Método de avaliação

A disponibilizar brevemente

Conteúdo

1. Impulsos de terras: casos especiais. Estruturas de suporte com paramento complexo. Muros com paramento muito inclinado.

2. Contenções flexíveis. Contenções mono-apoiadas: efeito do atrito solo-estrutura no seu dimensionamento. Contenções multi-apoiadas. Escoras e ancoragens. Cortinas escoradas. Envolventes de diagramas aparentes. Rotura de fundo. Acções da água e de sobrecargas. Cortinas multiancoradas. Capacidade resistente aos esforços verticais transmitidos pelas cortinas. Estudo da estabilidade global. Movimentos associados às escavações. Instrumentação e monitorização. Níveis de dano em estruturas adjacentes a contenções flexíveis.

3. Fundações profundas. Capacidade resistente de estacas isoladas e em grupo sujeitas a carregamentos verticais de compressão, horizontais e de tracção. Deformações e esforços. Soluções baseadas no conceito de módulo de reacção e em características elásticas e lineares do solo. Ensaios de estacas. Microestacas.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: