Configuração e Gestão de Redes

Objectivos

Dotar os alunos de uma visão prática e operacional dos conceitos de redes de telecomunicações. 

Após a cadeira o aluno deverá ser capaz de:

Configurar uma rede de comunicações incluindo configuração dos elementos de rede e gestão. Cobrindo redes empresariais, redes de acesso e redes de provedores de serviço.

Ser capaz de implementar desenhos avançados de encaminhamento (nível 3)  e comutação (nível 2)

Ser capaz de desenvolver pequenos programas em software pata o controlo básico de redes controladas por software.

Conhecer os últimos desenvolvimentos ao nível do desenho de redes e tecnologias, incluindo infraestutura de rede, serviços e soluções convergentes. 

 

Caracterização geral

Código

10487

Créditos

6.0

Professor responsável

Paulo da Costa Luís da Fonseca Pinto, Pedro Miguel Figueiredo Amaral

Horas

Semanais - 4

Totais - 84

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Conhecimentos básicos da arquitetura TCP/IP

Bibliografia

"Implementing Cisco Switched Networks Foundation Learning guide" Richard Froom, Balai Sivasubramarian and Erun Frahim, Cisco Press 2010.

"Implementing Cisco IP routing Foundation Learning guide" Diane Teare, Cisco Press 2010.

"Software Defined Networks a comprehensive approach" Paul Goransson and Chuck Black, Morgan Kaufmann, 2014. 

Sanchez, R. (2008). Ethernet as a carrier grade technology: developments and innovations. Communications Magazine, IEEE, (September).

Decusatis, C. (2012). Communication within clouds: open standards and proprietary protocols for data center networking. Communications Magazine, IEEE, (September). 

Método de ensino

As aulas teóricas-práticas têm um cariz mais expositivo, mas numa grande parte do programa sempre baseado em exemplos concretos de cenários de rede e construindo a respectiva solução. Numa segunda parte esta compente mais expositiva aumenta um pouco mas sempre de modo muito ligado a cenários e desafios concretos da tecnologia para demonstrar como os conceitos a transmitir os resolvem. Nas aulas teóricas-práticas são usados também usadas configurações de sistemas reais. Nas aulas práticas os alunos desenvolvem em pequenos grupos dois projectos.  Um projeto de configuração de cenários diversos de rede em ambiente de simulação mas utilizando o firmware real e comercial e um projecto de programação em SDNs onde os estudantes trabalham profundamente questões de relacionadas com o protocolo OpenFlow e detalhes do funcionamento de alguns protocolos de rede.

Método de avaliação

A avaliação é realizada em duas componentes: 

Uma componente teórico-prática, constituída por 2 testes de avaliação - CTP

Uma compoente de projecto constituída por 2 projectos práticos. -CP

A notas de cada uma das componentes é dada por: 

CTP = 0,5*T1+0,5*T2  (T1 e T2 são os dois testes) ou CTP = E (Exame Recurso) 

CP = 0,5 * P1 + 0,5*P2 (P1 e P2 são os dois projetos)

A nota final da UC é obtida pela seguinte forma 0,5*CTP+0,5*CP

Para obter aprovação tem de se cumprir os seguintes requisitos:

CTP >= 9 ; CP >=10

Nota final deve ser igual ou superior a 9,5 valores. 

Conteúdo

Arquitecturas de Rede
Revisão dos principais tipos de rede e tecnologia associada

Redes Comutadas
Domínios de colisão e difusão - VLANs como forma de dividir domínios de colisão.
Configuração de agregados de Links com EtherChannel
Configuração de trunks para transporte de várias VLANs
As várias versões e configuração básica do protocolo Spanning Tree
Encaminhamento entre VLAN

Routing
Endereçamento IPv4 e IPv6.
EIGRP Desenho, configuração e verificação
OSPF Desenho, configuração e verificação
Route maps, acess control lists e prefix lists
BGP Desenho, configuração e verificação

Service Provider Networks
Redes de Acesso - Tipos de Serviço.
Serviços suportados em Ethernet (Provider Bridging 802.1ad e Provider Backbone Bridging 802.1ah.
Serviços suportados em MPLS (VPNs Layer 3, Pseudowires e VPNs Layer 2 ou VPLS).
Adequação de cada tecnologia a diferentes use cases.

Software Defined Networks

Separação entre control plane e forwarding plane.

Southbound API, protocolo OpenFlow.

Network Function Virtualization (NFV)
Redes 5G e funções virtualizadas de rede (NFVs) 
Gestão e orquestração de NFVs modelo (MANO)
O problema do encadeamento e da colocação de NFVs
Interacção com o SDN

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: