Bioquímica Analítica

Objetivos

É objectivo desta disciplina introduzir os métodos bioquímicos e espectroscópicos (conceitos teóricos e aplicações) usados na caracterização bioquímica, estrutural e espectroscópica de sistemas biológicos. Com uma forte componente experimental, com um ambiente muito semelhante ao de um laboratório de investigação, pretende-se que os alunos:

  • desenvolvam a capacidade de compreender e seleccionar as técnicas e metodologias adequadas no estudo de um determinado sistema biológico
  • cultivem um espírito crítico na análise e interpretação de uma forma integrada dos resultados obtidos

A escrita e discussão de um relatório final visa familiar os alunos com a escrita cientítica e adquirir treino na revisão crítica da literatura científica e aptidões na apresentação de trabalhos científicos.

Caracterização geral

Código

7300

Créditos

6.0

Professor responsável

Carlos Alberto Gomes Salgueiro, Maria Alice Santos Pereira

Horas

Semanais - 5

Totais - 60

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Para um melhor aproveitamento da unidade curricular, os alunos deverão ter frequentado as disciplinas gerais de Bioquímica, Química Analítica e Métodos de Separação leccionados nos anos anteriores.

Bibliografia

  • Analytical biochemistry, 1998. ISBN-10: 058229438X
  • Bioanalytical chemistry, 2004. ISBN: 978-0-471-54447-0
  • Bioanalytical chemistry, 2004. ISBN-10: 1860943713
  • Physical biochemistry. Principles and applications, 2009. ISBN-10: 0470856033
  • Understanding bioanalytical chemistry. Principles and applications, 2009. ISBN-10: 0470029072

Método de ensino

A leccionação da disciplina envolve:

  1. As aulas teóricas serão leccionadas com recurso a “data-show”, acompanhadas de bibliografia complementar disponibilizada previamente na página da disciplina, no CLIP. Na aula de apresentação será apresentada toda a informação sobre o modo de funcionamento e discutidas e decididas as regras de avaliação da disciplina. 
  2. Aulas teórico-práticas de resolução e discussão de problemas de aplicação, pondo em práticas os conceitos teóricos adquiridos ao longo das diferentes aulas.
  3. Aulas práticas de laboratório em grupos de 4 alunos, onde os alunos realizarão trabalho experimental seguindo um protocolode 5 sessões continúas e integradas previamente disponibilizado a todos os alunos. 

Toda a informação relativa ao funcionamento da disciplina, incluindo o mapa de distribuição das aulas T, TP e P, bem como todo o material pedagógico (os ficheiros (pdf)  de todas as aulas leccionadas, os protocolos dos trabalhos práticos e o enunciado das séries de problemas) .são disponibilizados na página da disciplina no CLIP.

Método de avaliação

Só serão admitidos para avaliação teórica, os alunos que tenham obtido frequência à disciplina.

A frequência à disciplina é dada pela frequência obrigatória:

  • de todas as sessões de laboratório
  • entrega e discussão do relatório de grupo (1/grupo)

Avaliação da componente prática terá a contribuição de:

  • Avaliação contínua do laboratório (pontualidade, preparação e desempenho na execução experimental)
    • atrasos às aulas de laboratório ou não preparação das mesmas contribuirão com -0,5 valores na nota final da componente prática
  • Avaliação do relatório (1 relatório/grupo, máximo 10 páginas) e sua discussão (40 min/grupo)

A avaliação da componente teórica:

Será efectuada pela realização de 3 testes teóricos, com a seguinte ponderação para a nota da componetne teórica, 45%, 40% e 15%, respectivamente.

Nota da disciplina

40% nota da componente prática + 60% nota da avaliação da componente teórica

Considerações:

  • A aprovação à disciplina requer uma nota ≥ 9,5 valores em cada uma das componentes, teórica e prática.
  • Todas as notas de avaliação contínua serão arredondadas à décima.
  • No exame de recurso (ou de outra tipologia) é avaliada a componente teórica.
  • A melhoria da nota final no exame de recurso apenas contempla a componente teórica, contribuindo com 60% da nota final.
  • Aos alunos dispensados de frequência será contabilizada a nota da componente prática obtida anteriormente

Conteúdo

O programa da unidade curricular integra os seguintes capítulos:

1.   Análise e quantificação de biomoléculas

1.1.   Principais métodos usados na análise de biomoléculas
1.2.   Análise qualitativa versus análise quantitativa
1.3.   Parâmetros usados na identificação e quantificação de biomoléculas

2.   Estratégias usadas no isolamento e purificação de proteínas

2.1.   Estratégia experimental a usar versus objectivo do estudo
2.2.   Proteínas recombinantes
2.3.   Expressão de proteínas membranares

3.   Métodos de análise de hidratos de carbono

3.1.    Métodos químicos e enzimáticos usados na detecção e quantificação de hidratos de carbono
3.2.    Separação e identificação de misturas de hidratos de carbono

4.   Métodos de análise de lípidos

4.1.    Preparação da amostra
4.2.    Métodos quantitativos
4.3.    Separação de misturas de lípidos

5.   Métodos imunológicos

5.1.   Interacção anticorpo-antigene
5.2.   Aplicação analítica dos marcadores biológicos
5.3.   Aplicação dos métodos radioimunológicos

6.   Espectrometria de massa

6.1.   Princípios teóricos
6.2.   Espectrometria de massa tandem
6.3.   Aplicações

7.   Bioanálise por aplicação de técnicas de ressonância magnética: RMN e RMI

7.1.   RMN: princípios teóricos
7.2.   RMN mono e multidimensional
7.3.   Marcação isotópica de amostras
7.4.   Aplicações em bioquímica
7.5.   RMI: princípios teóricos e aplicações

8.   Protein folding

8.1.   Termodinâmica do processo de desnaturação: modelos propostos
8.2.   Curvas de estabilidade: efeito temperatura e desnaturantes químicos
8.3.   Mecanismos de foldingProtein folding in vitro versus in vivo
8.4.   Doenças associadas a protein unfolding

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: