Metabolismo e Regulação B

Objetivos

Nesta disciplina pretende-se que os alunos adquiram conhecimentos fundamentais em Bioquímica com particular ênfase nos processos metabólicos, respectiva regulação e integração.  São, ainda, abordados temas (na forma de seminários ou trabalhos de grupo realizados pelos alunos) que exemplificam a importância do conhecimento em Bioquímica na Medicina, nomeadamente sobre casos de estudo de doenças metabolícas. Através deste tipo de exercício pretende-se que os alunos aprofundam a matéria recorrendo para tal a livros de texto e artigos científicos e desenvolvam as suas capacidades de comunicação, com a apresentação oral do tema para toda a turma, contribuindo para a avaliação contínua dos conhecimentos. Tal como noutras disciplinas os trabalhos laboratoriais focam aspectos da matéria teórica e obrigam o aluno a uma integração dos conceitos e ao trabalho em grupo.

Caracterização geral

Código

8791

Créditos

6.0

Professor responsável

Carlos Alberto Gomes Salgueiro, Maria Alice Santos Pereira

Horas

Semanais - 4

Totais - 60

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

É recomendado que os alunos tenho obtido aprovação à UC Bioquímica.

Bibliografia

LEHNINGER PRINCIPLES OF BIOCHEMISTRY
Nelson, D.L., & Cox, M.M.
W.H. Freeman and Company, San Francisco, 5th ed. 2008

PRINCIPLES OF BIOCHEMISTRY
Voet, D., Voet, J.G. & Pratt, C.W.
John Wiley & Sons, Inc., New York, 3rd ed. 2008

BIOCHEMISTRY
Lubert Stryer
W. H. Freeman and Company, San Francisco. 6th Ed. 2007

FUNCTIONAL BIOCHEMISTRY IN HEALTH AND DISEASE
Newsholme, E., Leech, T.
Wiley-Blackell, 1st ed. 2009 (ISBN 978-0-471-93165-2)

REGULAÇÃO METABÓLICA. UMA PERSPECTIVA FOCADA NO ORGANISMO HUMANO
Keith N. Frayn
Porto Editora, 1ª edição, 2009

Método de ensino

A leccionação da disciplina envolve:

  1. As aulas teóricas serão leccionadas com recurso a “data-show”, acompanhadas de bibliografia complementar disponibilizada previamente na página da disciplina, no CLIP. Na aula de apresentação será apresentada toda a informação sobre o modo de funcionamento e discutidas e decididas as regras de avaliação da disciplina. 
  1. Aulas teórico-práticas de resolução e discussão de problemas de aplicação, pondo em práticas os conceitos teóricos adquiridos ao longo das diferentes aulas.
  2. Aulas práticas de laboratório em grupos de 4 alunos (4 sesssões), onde os alunos realizarão trabalho experimental seguindo protocolos laboratoriais previamente distribuídos a todos os alunos. 

Toda a informação relativa ao funcionamento da disciplina, incluindo o mapa de distribuição das aulas T, TP e P, bem como todo o material pedagógico (os ficheiros (pdf)  de todas as aulas leccionadas, os protocolos dos trabalhos práticos e o enunciado das séries de problemas) .são disponibilizados na página da disciplina no CLIP.

Método de avaliação

I. Condições gerais de participação, frequência e avaliação da UC 

1. A UC de Metabolismo e Regulação B integra:
- aulas teóricas ;
- aulas teórico-práticas 
- aulas práticas de laboratório

2. A presença em todas as aulas práticas de laboratório é obrigatória.

3. O processo de avaliação inclui avaliações da parte teórica, da prática e da apresentação de um seminário.

4. Estão excluídos da avaliação da parte teórica da UC os alunos que não tenham obtido frequência na parte prática da UC.

5. Não se prevê qualquer sessão de repetição extraordinária de trabalhos práticos de laboratório. 

6. Se um aluno obtiver frequência da parte prática mas não tiver tido aprovação na parte teórica da UC, é-lhe conferida a frequência da parte prática da UC durante os dois anos letivos subsequentes. 

II. Obtenção de frequência 

7. A frequência da parte prática da UC consiste na realização de trabalhos práticos de laboratório (em grupos de três ou quatro membros), na preparação desses trabalhos e realização de um teste prático.

8. A avaliação contínua da parte prática da UC contempla:
- Assuidade, capacidade de execução dos trabalhos práticos no laboratório e apreciação pelo docente responsável durante a aula prática.

III. Avaliação das partes teórica e prática da UC

9. A avaliação contínua da UC consiste na execução de três testes teóricos (que incluem questões relativas aos trabalhos práticos efectuados no laboratorio) e a apresentação de um seminário. O primeiro teste contrinbui com 50% da nota teórica e os outros dois com 25% cada.


10.  Os testes teóricos abrangem a matéria leccionada na UC. O seminário abordará uma doença metabólica com enquadramento da matéria leccionada na UC. Para obter aproveitamento, a classificação média dos três testes teóricos terá que ser igual ou superior a 9.5 (arredondada à décima). A média aritmética da nota dos três testes teóricos (não arredondada) ou nota exame (não arredondada) contribui com 70% da nota total. A nota das questões relativas aos trabalhos práticos efectuados no laboratorio (não arredondada) contribui com 20% da nota total. A nota do seminário (não arredondada) contribui com 10% da nota final.

11. O exame inclui toda a matéria teórica. A nota deste exame contribui com 70% da nota final não arredondada). Para obter aproveitamento, a classificação neste exame terá de ser igual ou superior a 9.5 (arredondada à décima). 

12. Os alunos com aproveitamento na avaliação contínua (testes) podem apresentar-se para melhoria de nota no exame. Para tal, deverão seguir as normas vigentes. Não existe possibilidade de melhoria das notas aos trabalhos práticos efectuados no laboratorio.

13. No caso dos alunos com frequência obtida em anos anteriores (que não tenham nota reativa ao Seminário), o cálculo da sua nota final será efectuada considerando 25% da nota prática e 75% da nota teórica. Nos casos em que tenham realizado seminário, o cálculo da nota final será efectuada considerando 20% da nota prática, 10% da nota do seminário e 70% da nota teórica, tal como referido no ponto 10.

IV. Aproveitamento e Classificação final

14. Apenas aos alunos com frequência na UC será atribuída uma nota final.

15. Será aprovado na UC o aluno que tenha uma classificação final igual ou superior a 9.5.

Conteúdo

  1. Introdução. Conceitos básicos do metabolismo. Estratégias regulatórias do metabolismo (o controlo metabólico)
  2. Mecanismos de transdução de sinal e comunicação química entre células
  3. Metabolismo central – revisão e integração
    • Glicólise, gluconeogénese e ciclo do ácido cítrico
    • Regulação da glicólise, gluconeogénese e ciclo do ácido cítrico
    • Ciclo de Cori
    • Fosforilação oxidativa. Reacções luminosas da fotossíntese
  4. Ciclo de Calvin e via das pentoses fosfatadas
    • Ciclo de Calvin
    • As fases oxidativa e não oxidativa da via das pentoses fosfatadas
    • Regulação
  5. Metabolismo do glicogénio
    • Degradação e síntese do glicogénio
    • Controle do metabolismo do glicogénio
  6. Metabolismo dos lípidos
    • Catabolismo e biossíntese dos lípidos.
    • Regulação
  7. Metabolismo dos aminoácidos
    • Catabolismo e biossíntese dos aminoácidos
  8. Metabolismo dos nucleótidos
    • Síntese e degradação de nucleótidos
    • Biossíntese de coenzimas de nucleótidos
  9. Integração e regulação metabólica. Adaptações metabólica

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: