Avaliação e Gestão de Georrecursos

Objectivos

Os objectos da UC são mostrar os procedimentos técnicos e metodologias de avaliação de recursos geológicos de vários tipos: metálicos, não metálicos, águas e petróleos. São ainda leccionadas as ferramentas necessárias a estes objectivos.

Caracterização geral

Código

10744

Créditos

6.0

Professor responsável

José António de Almeida, Maria da Graça Azevedo de Brito

Horas

Semanais - 4

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

[1] A. G. Journel and C. Huijbreghts (1978) Mining Geostatistics, Academic Press.
[2] Amílcar Soares (2000) Geoestatistica para as Ciências da Terra e do Ambiente. IST Press.
[3] M. Revuelta & C. Jimeno (1997) Manual de Evaluación y Diseño de Explotaciones Mineras, Entorno Grafico, SL, Madrid
[4] E. Orche (1999) Manual de Evaluación de Yacimentos Minerales. Gráficas Arias Montano, Madrid
[5] M. Bustillo Revuelta e Carlos López Jimeno (1996) Recursos Minerales, Gráficas Arias Montano, Madrid
[6] J. Caers (2011) Modeling uncertainty in the Earth Sciences. Wiley-Blackwell.

Método de ensino

A disponibilizar brevemente

Método de avaliação

A disponibilizar brevemente

Conteúdo

1) Variáveis de interesse económico em recursos minerais, metálicos e não-metálicos, e energéticos e sistemas ambientais. Informação de partida e tipos de informação. Métodos clássicos de avaliação de reservas: volumes e teores médios. Conceito de acumulação, teor médio, teor de corte, diluição. 2) Suporte. Amostragem. Representatividade de uma amostra. Amostras compósitas, vantagens e limitações. 3) Estimação geoestatística. Variografia e krigagem. Krigagem normal, krigagem com informação secundária. Erros de estimação, simples e quadrático. Estimação com valores de corte. Limitações da binarização de um mapa estimado. 4) Estratégias de condicionamento de variáveis contínuas a variáveis categóricas. Simulação de variáveis categóricas e contínuas. Algoritmos de simulação sequencial da indicatriz e Gaussiana. Conceito de incerteza local e global. 5) Aplicação das técnicas de simulação na avaliação de projectos mineiros. Medição e tratamento de tempos de actividades. Objectivo de um processo de simulação. Função de transferência. Modelo conceptual para aplicação da simulação às actividades de uma exploração mineira e aos transportes. 6) Análise económica de projectos mineiros. Estimativas de custos: tipos e métodos. Custos de capital e custos operacionais. Análise de investimentos. Métodos de depreciação ou amortização de equipamentos. Critérios de avaliação de projectos: estáticos e dinâmicos. Análise de sensibilidade. Análise de risco económico. 7) Caracterização de depósitos minerais metálicos e não metálicos. Bloco selecção. Parametrização de reservas. Curvas tonelagem / teor de corte e teor médio / teor de corte. Sequências de exploração. Universo de partições num domínio de exploração. Combinatórias em exemplos simples de explorações com regras de selecção livre, tecto e muro e céu aberto. Optimização económica de explorações a céu aberto. Valor económico dos blocos. Ritmo e sequências de exploração. 8) Caracterização de reservatórios. Variáveis de interesse: saturação, permeabilidade (absoluta, efectiva, relativa), porosidade. Modelação de reservatórios fluviais e carbonatados. Reservatórios fracturados.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: