Caracterização e Cartografia Geotécnica

Objectivos

Os estudantes deverão dominar diversas técnicas geotécnicas de ensaios tanto in situ como laboratoriais, bem como as suas vantagens e limitações, uma vez que é de primordial importância para os engenheiros geólogos a seleção e validação dos parâmetros geotécnicos obtidos em ensaios de campo/laboratório, necessários ao desenvolvimento da modelação geomecânica do terreno.

Adicionalmente, obterão também conhecimentos fundamentais à aplicação daqueles parâmetros no contexto do zonamento geotécnico de terrenos. Para tal, deverão adquirir capacidades que lhes permitam desenvolver trabalhos de cartografia geotécnica e geoambiental para o apoio ao estudo de sítios de obras de engenharia, à análise de riscos e ao planeamento regional e urbano

Caracterização geral

Código

10747

Créditos

6.0

Professor responsável

Pedro Calé da Cunha Lamas

Horas

Semanais - 5

Totais - 82

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Nenhum requisito especial, mas recomendam-se a aquisição de conhecimentos prévios no âmbito da prospecção mecânica, da geologia de engenharia e da mecânica dos solos.

É obrigatória a presença dos alunos em dois terços das aulas, no mínimo, salvo se estiverem inscritos ao abrigo de estatuto especial.

Bibliografia

DAS, B.M., 2000. Fundamentals of geotechnical engineering. Brooks/Cole, USA.
DEARMAN, W.R., 1991. Engineering geological mapping. Butterworth, Oxford.
GONZALLES VALLEJO L.I.(coord.), 2002. Ingeniería geologica. Prentice Hall, Madrid.
IAEG/UNESCO, 1976. Engineering geological maps - a guide to their preparation.
The Unesco Press, Paris, Earth Sciences, nº15.
LNEC/SPG, 1992. Seminário Internacional de ensaios in situ. LNEC, Lisboa.
SCHNAID F., 2000. Ensaios de campo e suas aplicações à engenharia de fundações. Oficina de Textos, S. Paulo.
SILVA, A.P.F. da, 2003. Cartografia Geotécnica do Concelho de Almada e o Sistema de Informação Geo-Almada.
PHd, UNL, Lisboa.
SMOLTCZYK, U. (ed.) 2002. Geotechnical engineering handbook, Ernst & Sohn; Vol.1; Chap.1.3 (Geotechnical field investigation).
ZUQUETTE L.V. & GANDOLFI, N., 2004. Cartografia geotécnica. São Paulo: Oficina de textos.

Método de ensino

Sessões teóricas com apoio de meios audiovisuais (powerpoint), a que os alunos têm acesso a partir da página da u.c. na plataforma do Clip. Os alunos devem consultar a bibliografia fornecida para complementar aquela informação. Sessões práticas incluindo observação e discussão de diversas metodologias de cartografia geotécnica, resolução de problemas envolvendo elementos obtidos de diferentes ensaios in situ, trabalho cartográfico de campo e realização de ensaios laboratoriais (ensaios de identificação e de propriedades físicas e mecânicas das amostras recolhidas no campo).

Método de avaliação

Avaliação contínua por dois testes (25% + 35% da nota final, respetivamente) e um relatório dos trabalhos cartográficos de campo e de diversos ensaios de laboratório (40%).

Conteúdo

Cartografia Geotécnica (CG): Origem, evolução e conteúdos; unidades geotécnicas e litogenéticas. Classificação; exemplos metodológicos e informação contemplada. Recomendações da IAEG. CG a 2,5D e 3D. Zonamento Geotécnico (ZG). Aplicação prática no campo.

Caracterização geotécnica de terrenos. Ensaios in situ v.s. laboratoriais. Perfis de meteorização. Caracterização de solos in situ: SPT (correções, correlações, análise crítica) e outros penetrómetros dinâmicos. Realização, tratamento e interpretação de resultados, correlações e restrições à utilização dos equipamentos para: ensaios de penetração estática (CPT, CPTu, SCPTu), molinete (VST), pressiómetro (PMT) e ensaio de placa (PLT).

Realização, com aplicação das respetivas normas, de ensaios laboratoriais para solos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: