Introdução à Investigação Operacional

Objectivos

Introduzir os alunos à Investigação Operacional, que lida com a modelação e otimização de sistemas. Na área da Otimização estuda-se a Programação Linear. Em seguida, os alunos são introduzidos à Teoria da Decisão e à Teoria das Filas de Espera. Finaliza-se a unidade curricular com a abordagem da Simulação e suas aplicações às Filas de Espera.

Caracterização geral

Código

8575

Créditos

6.0

Professor responsável

Ruy Araújo da Costa

Horas

Semanais - 4

Totais - 56

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Conhecimentos básicos de Álgebra Linear e de Probabilidades.

Bibliografia

1. Introduction to Operations Research (1990 - 5ªEd.), Hillier, Lieberman - Mc Graw Hill
2. Operations Research - An Introduction(1992 - 5ª Ed.) Taha - Prentice Hall
3. "Elementos de apoio às aulas de IIO", "Enunciados de Exercícios de IIO", Ruy A. Costa 
4. Investigação Operacional (1996), Valadares Tavares et al - Mc Graw Hill  

Método de ensino

Os "conceitos-base" da disciplina serão lecionados nas aulas teóricas.   Nas aulas práticas serão realizados exercícios de aplicação dos conceitos apresentados nas aulas teóricas.  

Os alunos dispõem de elementos de apoio às aulas teóricas, bem como dos enunciados dos exercícios utilizados nas aulas práticas.

A plataforma de ensino à distância moodle será utilizada para facultar aos alunos atividades semanais de apoio à aprendizagem.

Método de avaliação

Este é um Resumo do Método de Avaliação desta unidade Curricular. Na página Clip em Documentação de Apoio > Outros poderá aceder ao Documento Completo com o Método de Avaliação.

 

Esta unidade curricular terá uma avaliação teórico-prática constituída por dois testes em Época Normal, ou um exame em Época de Recurso. 

Qualquer fraude no processo de avaliação de conhecimentos implica a reprovação no corrente ano letivo (incluindo a Época Especial) e será participada ao Conselho Executivo para procedimento disciplinar. Implica, ainda, a Exclusão, com perda de Frequência obtida neste ano letivo.

Para se submeter a uma prova de avaliação um aluno terá SEMPRE de se inscrever no moodle para a prova de avaliação, com pelo menos uma semana de antecedência e levar consigo para a prova um Caderno de Exame sem ser preenchido, que deverá entregar ao docente à entrada da sala. 

Na avaliação SÓ É PERMITIDA A UTILIZAÇÃO DE CALCULADORAS CIENTÍFICAS BÁSICAS (sem alfanuméricos, sem representação gráfica de funções e sem cálculo matricial).

É exigida FREQUÊNCIA a TODOS os alunos para poderem ser avaliados nesta unidade curricular. 

Em caso de Reprovação, a “Frequência” obtida num ano letivo, mantém-se válida apenas no ano letivo seguinte

Em cada ano letivo só são consideradas classificações obtidas nesse ano letivo.

desistência num Teste ou a não realização de um Teste impedirá o acesso aos Testes subsequentes. Um aluno que desista num Teste ficará Reprovado em Época Normal.

A "Melhoria de Nota" subentende inscrição adequada na Divisão Académica. Haverá lugar à melhoria de nota se a nova classificação obtida em exame for maior que a anterior classificação final. 

Consulte o documento com o Método de Avaliação de Conhecimentos (completo) no Clip em Documentos de Apoio > Outros.

Conteúdo

1 – Programação Linear:

Formulação de Problemas em Programação Linear;

Método Gráfico;

Algoritmo do Simplex;

Análise Pós-Optimalidade e Análise de Sensibilidade;

Programação Linear Inteira: Algoritmo de Branch and Bound;

Algoritmo dos Transportes.

2 – Teoria da Decisão:

Decisão em Incerteza e Risco;

Árvores de Decisão.


3 – Filas de Espera:

Estrutura Básica dos Sistemas de Espera;

Modelos de Filas de Espera baseados no Processo de Nascimento e Morte;

Modelos envolvendo distribuições não exponenciais;

Modelos de Filas de Espera com Disciplina Prioritária;

Redes de Filas de Espera.


4 – Simulação:

Métodos de geração de Números Pseudo-Aleatórios;

Aplicações às Filas de Espera.