Desenho

Objectivos

Sensibilizar o aluno ao facto que a disciplina do Desenho se encontra no cruzamento de diferentes saberes ligados às Ciências Humanas, Ciências Exactas e Ciência da Conservação e Restauro, levantando várias questões do foro prático, técnico, físico-químico, ideológico e estético.

Sensibilizar o aluno para a história do desenho, o fabrico artesanal e empírico dos materiais outrora utilizados, e a importância do património gráfico que nos foi legado.

Conhecer e aplicar as terminologias básicas do Desenho, bem como abordar aspectos linguísticos subjacentes aos modos de representação e a dificuldade na sua tradução em Português.

Confrontar o aluno com a distância conceptual, visual e material que existe entre o mundo perceptivo e o mundo representado.

Desenvolver a habilidade manual do aluno e a sua capacidade de trabalhar com diversos materiais e suportes.

Desenvolver a capacidade de representação bidimensional e tridimensional de objectos em diversos registos.

Desenvolver a acuidade visual e a noção de «pontos de vista», colocando o aluno em diversas situações de observação de objectos nas próprias aulas, in situ ou em museus, e ao ar livre.

 Exercitar a memória visual, a partir do domínio progressivo de formas simples e complexas, com base na sua produção repetitiva, com e sem documentos.  

Caracterização geral

Código

11005

Créditos

3.0

Professor responsável

Agnés Anne Françoise Le Gac Arinto

Horas

Semanais - 5

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não existem requisitos.

Bibliografia

GOMBRICH Ernest H., Arte e Ilusão. Um estudo da psicologia da representação pictórica, São Paulo: Ed. Martins Fontes, 1995.

MASSIRONI Manfredo, Ver pelo desenho: Aspectos técnicos, cognitivos, comunicativos, Lisboa: Edições 70, 1996.

NICOLAIDES Kimon, The natural way to draw, Boston: Houghton Mifflin Company, 1941.

PARRAMÓN José M., A perspectiva na arte, Colecção Desenhar e pintar, Lisboa: Editorial Presença, 1994.

PARRAMÓN José M., Como desenhar com carvão, sanguina e giz, Colecção Desenhar e pintar, Lisboa: Editorial Presença, 1995

Método de ensino

Utilização de uma grande variedade de materiais e suportes com diferentes qualidades, em tamanhos, texturas, cores, espessuras e resistências.

Enfoque, nas aulas práticas, nas próprias técnicas e instrumentos utilizados no passado na produção de desenhos - Protocolos experimentais em laboratório.

Visitas de estudo em locais de interesse. 

Método de avaliação

A avaliação é individual e contínua, sem exame ou trabalho final.

Presença nas aulas obrigatória.

Para obter frequência, as faltas não-justificadas não podem exceder 3. 

A avaliação assenta no conjunto dos exercícios produzidos ao longo do semestre.

A classificação final corresponde à média dos trabalhos práticos. 

Conteúdo

  1. Os mecanismos sensoriais da vista e do tacto e os mecanismos cerebrais associados.
  2. Deixar uma marca num suporte – Ferramentas e suportes susceptíveis de serem utilizados nos processos de escrita e desenho.
  3. Conceitos de base do Desenho – linhas, formas, planos, contrastes, contorno, espaço positivo e espaço negativo.
  4. Linhas de composição na obra de arte – Estruturas arquitectónicas e estatuária de várias épocas – Os panejamentos como linguagem própria da Escultura – Análise morfológica do pregueado, enfoque na sua rítmica ornamental e nas variações de amplitude, que permitem definir estilos e levantar questões de autoria.
  5. Pontos de vista e perspectiva
  6. Cinzentos reais e cinzentos ópticos – Variações tonais de valores e modelado, expressão de relevos e texturas – Técnicas secas, húmidas e mistas 
  7. Repertórios de imagens e reprodução mecânica – Imitação e cópia servil.
  8. Quadrículas e escalas
  9. O modelo vivo e a sua representação – Proporções e gestual.
  10. Retrato e Auto-retrato – Verdade, semelhança e estereótipo.
  11. O impacto das lacunas nas produções artísticas e a contribuição do desenho nos processos de restituição do seu sentido.
  12. Matérias-primas e instrumentos utilizados no passado na produção de desenhos – Reconstituição de técnicas antigas pela aplicação de diversos protocolos experimentais.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: