Introdução às Ciências da Conservação-Restauro

Objectivos

A presente unidade curricular tem como objetivo a aprendizagem do método científico e a aplicação de metodologias provenientes das ciências exactas e naturais na área da conservação e restauro.

Pretende-se que o aluno aprenda i) os princípios do método científico, ii) a importância do design experimental e da análise de dados e que iii) compreenda o extenso leque de métodos de exame e análise (fotográficos, elementares e moleculares) que tem à sua disposição, com a finalidade de resolver problemas do património cultural. É ainda objectivo desta disciplina que o aluno perceba diferentes grandezas mecânicas, físicas e químicas dos materiais das obras de arte e do património cultural, e a importância das várias gamas da radiação electromagnética na análise do seu estado de preservação e compreensão dos fenómenos de degradação.

Por último, pretende-se que o aluno desenvolva a capacidade de comunicação científica (através de duas apresentações orais em grupo) de forma objetiva e concisa sobre um tema à sua escolha, dentro dos disponibilizados pelos docentes. Nestas comunicações, pretende-se que o aluno adquira competências na exposição científica do problema, que perceba as razões para a escolha de uma dada metodologia de estudo, e que consiga compreender os resultados obtidos, comunicando-os a um público geral.

Caracterização geral

Código

12034

Créditos

6.0

Professor responsável

Márcia Gomes Vilarigues, Susana Catarina Dias França de Sá

Horas

Semanais - 5

Totais - 65

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não há requisitos

Bibliografia

A bibliografia será disponibilizada durante as aulas

Método de ensino

O programa desta unidade curricular é desenvolvido com base na realização de trabalhos práticos e resolução de exercícios que se debruçam sobre o método científico aplicado à área da conservação e restauro. O aluno aplica os conhecimentos adquiridos a um caso de estudo (directamente num objecto patrimonial e/ou amostras-teste), procedendo à observação e análise do seu objecto por diversas técnicas instrumentais disponíveis nos laboratórios do departamento.

Haverá ainda lugar à discussão de artigos científicos, bem como à exposição de matérias por parte do professor.

Método de avaliação

A avaliação inclui uma componente teórica (T) e uma componente prática (P).

A nota da componente teórica resulta da realização de 2 testes. Exige-se a nota mínima de 9,5 valores na média dos dois testes para aprovação à disciplina.

NTeórica = 0.50(1º teste) + 0,50(2ºteste)

A nota da componente prática resulta da realização de 5 elementos de avaliação: 2 apresentações + 3 questionários

NPrática = 0.50(2 apresentações) + 0.50(3questionários)

 

Nota Total = 0.50NT + 0.50NP

Conteúdo

Nesta unidade curricular serão abordados os seguintes tópicos:

1 - O que são as Ciências da Conservação-Restauro – a sua importância para a Preservação do Património

2 -  O Método Científico em C&R  

3 - Grandeza e ordens de grandeza; Medidas; Dimensões e análise dimensional 

4 -  Interações e Forças

5 -  Elasticidade e resistência dos materiais

6 -  Luz e Cor

7 -  Interacção da radiação com a matéria 

8 - Iluminação em Museus

9 -  A radiação na análise de obras de Arte

10 -  Como apresentar os resultados de uma investigação em Ciências de Conservação-Restauro ao Público em Geral ? 

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: