Comportamento Mecânico dos Materiais

Objectivos

No final desta unidade curricular o estudante terá adquirido conhecimentos, aptidões e competências que lhe permitam:

- conhecer e avaliar as propriedades mecânicas das principais categorias de materiais de engenharia;

- conhecer os aspectos fenomenológicos da plasticidade;

- conhecer os conceitos de plasticidade;

- realizar ensaios mecânicos;

- compreender os conceitos e as aplicações da mecânica da fractura;

- compreender os princípios dos mecanismos da propagação de fendas por fadiga;

- conhecer e compreender os mecanismos e as características da fluência e fadiga a alta temperatura;

- conhecer os critérios de projecto à fluência. Interacção entre fadiga e fluência;

- conhecer os fundamentos físicos da corrosão sob tensão.

Caracterização geral

Código

3660

Créditos

6.0

Professor responsável

Catarina Isabel Silva Vidal, Telmo Jorge Gomes dos Santos

Horas

Semanais - 4

Totais - 56

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Os alunos devem ter feito Ciência de Materiais e Mecânica de Sólidos I.

Bibliografia

- Jorge Rodrigues e Paulo Martins, Tecnologia Mecânica - vol.1, ed. Escolar Editora, 2005.

- Martins Ferreira, Comportamento mecânico de materiais, ed. FCTUC, 1999.

- Ashby, Michael F., Jones, David R.H., “Engineering Materials 1: An introduction to their properties and applications”, 2nd Edition, Butterworth Heinemann, 1996.

Método de ensino

Nas aulas faz-se a exposição da matéria, sendo incentivada a participação dos alunos e realizam-se ensaios laboratoriais que fomentem o contacto com os equipamentos e a aquisição de sensibilidade para a realização de trabalhos de carácter experimental. Desenvolve-se a capacidade para analisar e aplicar os conhecimentos adquiridos na resolução de problemas reais envolvendo o comportamento mecânico dos materiais.

Método de avaliação

Avaliação contínua:

 - 1º Teste;

 - 2º Teste;

- Trabalho de grupo (Caso de Estudo) com relatório, apresentação e discussão.


Nota final = 1º Teste x 0.35 + 2º Teste x 0.35 + Trabalho x 0.30 

com 2º Teste >= 8.0 valores.

 

Para obter frequência à disciplina é necessário que a nota do trabalho seja igual ou superior a 9.5 valores.

O aluno será aprovado se a média ponderada (Nota final) for igual ou superior a 9.5 valores e tiver obtido frequência à disciplina.

 

Avaliação por exame:

Têm acesso a exame de época de recurso todos os alunos que tenham obtido frequência à disciplina.

Conteúdo

Teoria de plasticidade e aspectos fenomenológicos. Ensaios mecânicos.
 
Mecânica da Fractura: Características micro-estruturais da fractura. Factor de intensidade de tensão. Modos de abertura de fenda. O Integral J. Estado de tensão na frente da fenda. Métodos experimentais de determinação da tenacidade à fractura. Nucleação e propagação de fendas em materiais dúcteis.
 
Fadiga: características micro-estruturais. Limite de fadiga e sua aplicabilidade. Dimensionamento de componentes à fadiga. Regra de Neuber. Propagação de fendas por fadiga. Fadiga supercíclica e oligocíclica. Iniciação e propagação de fendas em ambiente corrosivo. Fadiga em Estruturas Soldadas e análise e prevenção de ruína em equipamentos mecânicos.
 
Fluência e fadiga a alta temperatura: Mecanismos e características da fluência. Critérios de projecto à fluência. Interacção entre fadiga e fluência.
 
Corrosão sob tensão: Fundamentos físicos.
 
Estudo de casos de comportamento em serviço.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: