Processos em Engenharia Química e Bioquímica

Objectivos

UC integrativa de balanços de massa e energia.

Compreensão dos princípios que regem os processos químicos.

Integração dos conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares de engenharia química leccionadas anteriormente (Fenómenos de Transporte, Reactores Químicos, Termodinâmica Química) na formulação e resolução dos balanços materiais e energéticos em processos descontínuos, semi-contínuos ou contínuos.

Conhecimento das IGNOREes de informação científica e técnica na área da EQB e sua utilidade na pesquisa e obtenção de dados necessários ao dimensionamento de unidades processuais.

Desenvolvimento das capacidades de aquisição autónoma de conhecimento, da análise critica da informação disponível, da capacidade de síntese, argumentação e comunicação, e da capacidade de trabalho em grupo.

A concretização efectiva dos objectivos anteriores passa essencialmente por uma correcta aprendizagem dos tópicos expostos nas aulas e da resolução de exercícios exemplificativos. Tal será atingido necessariamente pela frequência assídua nas aulas dos estudantes inscritos à UC.

Caracterização geral

Código

12037

Créditos

6.0

Professor responsável

Pedro Miguel Calado Simões

Horas

Semanais - 4

Totais - 72

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

Felder, RM; Rousseau, RW, Elementary principles of chemical processes,

Himmelblau, DM; Riggs, JB, Basic principles and calculations in chemical engineering, Prentice Hall, 2004

Método de ensino

A matéria é leccionada através de exposição oral e resolução de problemas nas aulas.

Método de avaliação

A avaliação contínua da disciplina é constituída por duas componentes:

1. Realização de dois testes, cada um valendo 25% da nota final.

A duração de cada teste é de 1 hora e meia. Cada teste é avaliado de 0 a 20 valores. A avaliação é individual e sem consulta. É exigida uma classificação mínima de 9.5 valores, na escala de 0 a 20, na média aritmética simples das notas dos dois testes.


2. Realização e apresentação de um trabalho (a realizar em grupo de 4 alunos). Conta para 50% da nota final. Consiste na resolução de um caso de estudo abrangendo as matérias abordadas nas aulas TP. A classificação do trabalho é obtida pelo relatório entregue, pela apresentação efectuada, e pela defesa/discussão efectuada. É exigida uma classificação mínima de 9.5 valores, na escala de 0 a 20, nesta componente de avaliação.

Caso o aluno não tenha aprovação na 1ª componente da avaliação (Realização dos dois testes) ou opte por não a fazer, terá direito a ir a exame de recurso. É exigida uma classificação mínima de 9.5 valores, na escala de 0 a 20, na nota do exame.

Ressalva-se que quer o aluno opte pela realização dos testes ou pelo exame de recurso, será SEMPRE obrigatória a realização da 2ª componente da avaliação da disciplina, isto é, a realização e apresentação do trabalho de grupo.


Nota final da disciplina: média ponderada das classificações obtidas nas duas componentes de avaliação de acordo com a seguinte fórmula:

     Nota final = 0.25 × Nota 1º Teste + 0.25 × Nota 2º Teste + 0.50 × Nota Trabalho

 

As notas dos dois testes e do trabalho são arredondadas às décimas. A nota final deverá ser superior ou igual a 10 valores para aprovação na disciplina.

Conteúdo

Revisão dos conceitos fundamentais de balanços materiais e energéticos a sistemas reactivos e não reactivos em estado estacionário.

Balanços materiais e energéticos a processos envolvendo soluções ideais ou misturas.

Previsão de propriedades. Metodologias para o cálculo e previsão de propriedades físico-químicas.

Balanços materiais e energéticos a processos de combustão.

Vapor de água como utilitário na indústria química.

Balanços a processos em regime transiente. Processos em descontínuo ou semi-contínuo. Balanços materiais e energéticos

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: