Economia da Saúde

Objectivos

Desenvolver os fundamentos teóricos e técnicos necessários para a preparação, análise e avaliação de políticas, programas e estratégias em saúde segundo uma perspectiva económica.
Exemplificar a utilização, em saúde, de diversos conceitos económicos, tais como: custo de oportunidade; escassez e prioridades; procura, oferta e preço; financiamento, pagamento e provisão; eficiência e equidade; avaliação económica.
Reconhecer o peso económico do sector da saúde na economia de um país e o impacto dos factores económicos na produção de saúde de uma população.
Articular os principais conceitos e ideias da economia que são necessárias para a gestão racional de unidades de saúde.
Oferecer um panorama da economia da saúde nas suas diferentes áreas de aplicação e da sua contribuição para o estudo do sector da saúde.

Caracterização geral

Código

9543

Créditos

4.0

Professor responsável

Joana Rita Ramalho Alves, João António Catita Garcia Pereira

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 34

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Domínio da língua inglesa

Bibliografia

Barros, P.P. (2009) Economia da Saúde: Conceitos e Comportamentos. Almedina, Coimbra.
Clewer, A. e D. Perkins (1998) Economics for Health Care Management. Prentice Hall, London.
McPake, B., L. Kumaranayake e C. Normand (2002) Health Economics: An International Perspective. Routledge, London.
Pereira, J. (2004) Economia da Saúde: Glossário de termos e conceitos. Documento de trabalho 1/93 (4ª Edição). APES, Lisboa.
Simões, J., P.P. Barros e J. Pereira, J. (2008) A Sustentabilidade Financeira do SNS. Ministério da Saúde, Lisboa.

Método de ensino

A metodologia de ensino é variada e procura promover uma aprendizagem activa e participada, com leitura indispensável dos textos de base e discussão de tópicos ou exercícios.
Cerca de metade das sessões serão iniciadas com uma exposição a cargo de um docente, seguindo-se-lhe uma discussão de tópicos relacionados com o tema em análise onde os alunos são incentivados a intervir.
As outras sessões serão eminentemente práticas com resolução de exercícios, apresentação de resultados e discussão de implicações dos temas de ensino para a prática de gestão de organizações e sistemas de saúde. Os seminários consistem de trabalho de grupo com a presença de um docente, onde se desenvolve a discussão aprofundada dos temas de ensino.
Apreciação do empenho, trabalho e participação (30%), efectuada através da observação da participação dos alunos e da sua apresentação e discussão de tópicos e exercícios nas sessões
Prova de avaliação individual final (70%) com questões de escolha múltipla, de resposta curta e de desenvolvimento, versando sobre a matéria leccionada.

Método de avaliação

A disponibilizar brevemente

Conteúdo

Introdução à Economia da Saúde; aplicação da disciplina Economia ao tópico da Saúde; escassez, escolha e prioridades.
Economia, mercado e saúde; especificidade do mercado na saúde; assimetria de informação e agência; externalidades.
O prestador e a oferta de cuidados de saúde; pagamento a factores de produção; modelos de pagamento a prestadores individuais e instituições.
Financiamento de cuidados de saúde; despesas e resultados em saúde; macroeconomia da saúde; controlo dos gastos em saúde; desenvolvimento económico, saúde e cuidados de saúde.
Equidade e desigualdade em saúde; medição da iniquidade em saúde; equidade na prestação e financiamento de cuidados de saúde.
Avaliação económica em saúde; análise de custo-efectividade; análise de custo utilidade; análise de custo benefício; análise crítica de estudos de avaliação económica; casos de estudo.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: