Estratégias de Ação e Planeamento

Objectivos

1.     Conhecer os modelos e as etapas do processo de planeamento em saúde.

2.     Conhecer os principais atributos do pensamento estratégico em saúde.

3.     Conhecer as principais IGNOREes de informação nacionais e internacionais com interesse para a prática da Saúde Pública, assim como as principais estratégias de análise de dados, e outros instrumentos essenciais ao processo de planeamento.

4.     Identificar os principais problemas, determinantes e necessidades em saúde de uma população.

5.     Identificar os instrumentos adequados à definição de prioridades em Saúde.

6.     Identificar os princípios fundamentais para a tomada de decisão em Saúde.

7.     Definir objectivos e indicadores de saúde e de serviços de saúde.

8.     Elaborar estratégias de acção em Saúde.

9.     Analisar planos de acção, programas e projectos de saúde.

10. Aplicar instrumentos de monitorização e avaliação em saúde.

Caracterização geral

Código

9576

Créditos

4.0

Professor responsável

Emília Martins Nunes

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 28

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Licenciatura e estar a frequentar os programas de especialização, de mestrado ou de doutoramento.  

Bibliografia

1 - Wallace, Robert B; Last, John M; Kohatsu, Neal, eds. Public health and preventive medicine. 15th ed. New Jersey: McGraw-Hill Professional; 2008.


2 - Last, John M, ed. A dictionary of public health. Oxford: Oxford University Press; 2007.

3 - Pineault, Raynald; Daveluy, Carole. La planificacion sanitaria – conceptos, métodos, estrategias. Barcelona: Masson, S.A y Salude y Gestión; 1987.

4 - Vaughan, JP; Morrow, RH. Manual of epidemiology for district health management. Geneva: World Health Organization; 1989.

5 - Tavares, A. – Métodos e Técnicas de Planeamento em Saúde. Lisboa: Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional do Departamento de Recursos Humanos do Ministério da Saúde; 1992.

Método de ensino

1 – Aulas teóricas com discussão de casos de estudo relativos ao tema das sessões.

2 – Discussão de estratégias locais de saúde relativas a problemas de saúde e necessidades em saúde de populações específicas.

3 – Preparação, em trabalho de grupo, de um programa ou projeto de saúde para uma população específica (40%) e apreciação crítica individual do trabalho de grupo (60%).

Método de avaliação

A disponibilizar brevemente

Conteúdo

1.    Estratégias de acção em saúde.

2.    Processo de planeamento em saúde.

3.     Modelos de planeamento em saúde.

4.    Informação e planeamento em saúde: bases de dados e sistemas de informação de saúde; principais estratégias de análise de dados.

5.    Problemas e necessidades de saúde.

6.    Diagnóstico da situação de saúde, prioridades de saúde e tomada de decisão.

7.    Do diagnóstico à acção: estratégias, objectivos, intervenção.

8.    Planeamento da intervenção: planos de acção, programas e projectos de saúde.

9.    Monitorização e avaliação em saúde.

10.  O processo de planeamento em situação de contingência.

11.  Planos Nacionais, Regionais e Locais de Saúde.

12.  Estratégias Locais de Saúde.

13. Elaborar Planos de Acção, redigir relatórios e produzir os documentos de gestão.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: