Ginecologia e Obstetrícia (Estágio parcelar)

Objectivos

É esperada a observação e realização de vários procedimentos na área de G/O tendentes à aquisição de autonomia crescente. As tarefas efetuadas deverão ser mencionadas no relatório final de estágio a entregar ao tutor, o qual deverá autenticar os registos do log book.

Competência nível 1 - designa o conhecimento e compreensão das razões para a realização da competência /procedimento/ver realizar ou ajudar

Competência nível 2 - designa a capacidade de realizar a competência/procedimento com supervisão

Competência nível 3 - designa a capacidade de realizar a competência/procedimento sem supervisão ou como rotina 

Caracterização geral

Código

11143

Créditos

6

Professor responsável

Prof.ª Doutora Teresinha Simões

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

Beckmann C et al. (2014) Obstetrics and Gynecology, 7th Edition, Lippincot Williams & Wilkins (The American College of Obstetricians and Gynecologists). ISBN 978-1-4511-4431-4
De Cherney et Nathan (2012). Current Obstetric & Gynecologic Diagnosis & Treatment, 11st Edition, The Mc Graw-Hill Companies Inc, ISBN 978-0-07-174267-2
Monga A, Dobbs S (2011).  Gynaecology by Ten Teachers, 19th Edition, Hodder et Stoughton Ltd, ISBN: 978-0-340-983-546
Baker P, Kenny L (2011). Obstetrics by Ten Teachers, 19 th Edition, Hodder et Stoughton Ltd, ISBN: 13: 978-0-340-98353-9
Graça LM et al. (2017) Medicina Materno-Fetal. 5ª ed. Lidel- Edições Técnicas Lda. ISBN 978-989-752-307-6
SPEDM, SPD, SPOMMF, SPP (2016). Relatório de Consenso sobre a Diabetes e Gravidez http://www.spd.pt/images/consenso_dg_atualizacao2016.pdf
SPDC (2011). Consensos sobre contraceção
Sites recomendados:
Direção Geral de Saúde  (www.dgs.pt)
Sociedade portuguesa de contraceção  (www.spdc.pt)
Organização Mundial de Saúde  (www.who.int/)

Método de ensino

Nesta UC o ensino clínico é simultâneo à atividade assistencial e o rácio docente: aluno é de 1:1
As modalidades pedagógicas a utilizar são: acompanhamento do tutor no período de trabalho diário (consultas, enfermaria, bloco, técnicas diagnósticas), frequência do serviço de urgência de Ginecologia/ Obstetrícia 12h por semana, integrado na equipa do tutor; um Workshop por período de estágio (4 semanas): o aluno dispõe de 10 min para apresentar o seu trabalho, devendo a data ser definida no início; elaboração de relatório final de estágio pelo aluno, que será avaliado pelo tutor. Os estágios deverão integrar-se nas diversas atividades assistenciais e de investigação do serviço, incluindo as reuniões semanais. O aluno deverá ser integrado de acordo com a respetiva norma vigente no serviço e ter conhecimento dos procedimentos administrativos inerentes à atividade clínica. Tendo em conta a vertente profissionalizante desta UC, o aluno deverá participar na realização de histórias clínicas, praticar técnicas e procedimentos, ter contacto com familiares e outros profissionais em temas de abordagem multidisciplinar. O registo destas competências/aquisições deve ser feito na caderneta de desempenho (log-book).

Método de avaliação

Classificação final= Urgência 0,3 + Obstetrícia 0,3 + Ginecologia 0,3 + Relatório 0,1

Conteúdo

O estágio profissionalizante de G/O dura 4 semanas e funciona num contexto de maior responsabilização individual e de integração em equipa. Como objetivos gerais, visa proporcionar a aquisição de atitudes e competências em ginecologia e em obstetrícia, indispensáveis à boa prática médica. Pretende-se que os alunos sejam integrados na prática clínica hospitalar de forma tutelada, acompanhando sempre que possível o tutor na sua atividade, observando e/ou realizando procedimentos fundamentais para o seu exercício profissional futuro. Os conhecimentos, capacidades e atitudes adquiridos ao longo do curso e principalmente na cadeira de ginecologia e obstetrícia do 4º ano, deverão ser aqui sedimentados e enquadrados na medicina da mulher. Sempre que possível o aluno deve proceder a consultas de forma autónoma apenas com supervisão final e no fim do estágio saber realizar as atividades descritas como nível 3 no quadro acima.

Componente Científica:

O aluno deverá ainda apresentar uma sessão de 10 min (caso clínico, revisão de tema ou jornal clube), de preferência relacionado com caso (s) clínico (s) presenciado(s), resultante de trabalho elaborado durante o estágio e integrado nas reuniões ou outros eventos científicos do serviço.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: