Medicina Laboratorial

Objectivos

A Medicina Laboratorial, é na prática clínica, parte integrante de uma equipa multidisciplinar, no centro dos cuidados de saúde, que suportam a identificação de factores de risco, o diagnóstico, a terapêutica e a monitorização da doença e do doente. Os testes de laboratório podem sustentar mais de 70% das decisões de cuidados e gestão de saúde em toda a prática médica, permitindo a tomada de decisões adequadas, efectivas e seguras.

É uma disciplina alicerçada nos conhecimentos basilares de outras disciplinas como a Bioquímica, a Hematologia, a Imunologia, a Microbiologia, a Virologia, a Genética Molecular e a Citogenética, integrados com os conhecimentos da fisiopatologia e diagnóstico da doença e ainda com os conhecimentos sobre as tecnologias laboratoriais.

A UC de Medicina Laboratorial tem por objectivo aumentar a percepção e o conhecimento que os estudantes de medicina possuem sobre a adequação dos testes laboratoriais solicitados às situações clínicas em estudo, sobretudo às mais prevalentes, assim como o seu valor agregado e a sua integração clínica, para um uso mais sustentado dos mesmos e para uma prática médica baseada na evidência.

Na prática da Medicina Laboratorial é também central entender como esses testes são executados e validados. Os alunos deverão ficar aptos a reconhecer as diferentes fases do processo em laboratório, desde a fase pré-analítica, analítica e pós-analítica, desenvolvendo capacidade crítica sobre o resultado final.

Caracterização geral

Código

11160

Créditos

4

Professor responsável

Prof.ª Doutora Maria José Rego de Sousa

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

Esta UC aborda temas transversais a todas as especialidades, pelo que seria redutor limitar a aprendizagem a manuais específicos. Também não poderá ser considerado bibliografia os livros da especialidade de Patologia Clínica, pois são de extrema complexidade.
Em cada módulo serão fornecidos os materiais que serviram de suporte às aulas e a respectiva bibliografia. É esperado que o aluno construa o seu conhecimento e que, pela presença assídua às aulas, possa, decorrente da actividade colaborativa entre alunos e com os docentes, acrescentar valor ao conhecimento.

Método de ensino

a) Aulas teóricas, de carácter expositivo, dirigidas a todos os alunos, com duração não superior a 50 minutos, que incluem temas como:
1. Organização do Laboratório Clínico.
2. Estudo da Hematologia.
3. Estudo da Hemato-oncologia.
4. Estudo da Hemostase
5. Estudo da Diabetes e do metabolismo dos glúcidos e F. Renal
6. Estudo F. Hepática e pancreato-biliar
7. Estudo das Dislipidémias e Síndromes Coronários Agudos
8. Estudo dos Marcadores Tumorais
9. Estudo das Doenças Endócrinas
10. Estudo das Proteínas
11. Estudo das Doenças Autoimunes
12. Estudo do Valor dos Testes

b) Aulas teórico-práticas, que integram uma componente expositiva e uma componente interativa, com discussão de casos clínicos e dirigidas a pequenos grupos de alunos (em nº não superior a 20), com duração não superior a 90 minutos.
1. Organização e compreensão da requisição laboratorial.
2. CC#0 - Organização e compreensão dos parâmetros do Hemograma
3. CC#1 - Doente com Anemia
4. CC#2 - Doente com alterações da Hemostase
5. CC#3 - Doente com Diabetes e complicações
6. CC#4 - Doente com Hepatite Viral
7. CC#5 - Doente com Síndrome Coronário Agudo / NSTEMI
8. CC#6 - Doente com Adenocarcinoma do Fígado
9. CC#7 - Doente com Doença da Tiroide
10. CC#8 - Doente com Gamapatia Monoclonal de Significado Desconhecido
11. CC#9 - Doente com Lúpus Eritematoso Sistémico
d) Aulas práticas não clínicas, visam componente de execução de procedimentos, observacional ou imersiva, dirigidas a pequenos grupos de alunos (em nº não superior a 20)
1. Visita ao Laboratório e às suas unidades funcionais
2. Visitas a cada uma das diferentes unidades funcionais do Laboratório, relacionadas com os temas a tratar em cada módulo
3. Aulas com imersão e / ou observação de procedimentos laboratoriais
Não são permitidas trocas de horários; se o aluno não puder vir no seu horário, pode solicitar ao regente a presença noutro horário, mas será sempre registada falta nessa semana.

Método de avaliação

Avaliação: a avaliação da UC é efectuada através de teste de escolha múltipla e da participação activa dos discentes nas aulas teórico-práticas

Conteúdo

De modo a atingir os objetivos de aprendizagem acima referidos e a desenvolver as competências e desempenhos, os conteúdos programáticos desta UC distribuem-se por 3 grupos:
a) Aplicação de conhecimentos nucleares de fisiologia e fisiopatologia em áreas médicas transversais, tais como a Patologia Química, a Hematologia e a Imunopatologia
b) Estudo dos procedimentos utilizados em laboratório para o despiste, diagnóstico, monitorização e terapêutica. 
c) Adequação da prescrição, valorização, interpretação dos testes laboratoriais aplicados a situações de casos clínicos reais

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: