Nutrição na Fisiopatologia

Objectivos

a)      Compreender a fisiopatologia das doenças abordadas nesta unidade curricular;

b)     Reconhecer a importância dos hábitos alimentares na fisiopatologia das doenças crónicas metabólicas não transmissíveis;

c)      Reconhecer a importância da terapêutica nutricional/dietética no tratamento e/ou prevenção das doenças crónicas metabólicas não transmissíveis;

d)     Avaliar o estado nutricional na saúde e na doença, através da aplicação e interpretação de parâmetros antropométricos, de dados bioquímicos e de questionários alimentares;

e)     Conhecer e aplicar as recomendações nutricionais através da elaboração de protocolos de intervenção dietética adequados às diferentes doenças;

f)       Estabelecer orientações nutricionais e dietéticas adequadas a diferentes doenças crónicas.

Caracterização geral

Código

44004

Créditos

8

Professor responsável

Profª Doutora Diana Teixeira

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

·        Duarte, A. C.G. Avaliação Nutricional – Aspectos Clínicos e Laboratoriais. São Paulo: Editora Atheneu, 2007. Garrow, J.S., James, W.P.T.; Ralph, A. Human Nutrition and Dietétics. 10th. ed.: Churchill Livingstone, 2000.

·        Gropper S.S., Smith J.L., Groff J.L. Advanced Nutrition and Human Metabolism. 5 th. ed. Wadsworth, Cengage Learning, 2009.

·        Mahan, Kathleen L.; Escott-Stump, Sylvia. Krause – Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 12ª Ed. U.S.A.: Roca, 2008.

·        Nelms, M., Sucher, K., Long, S. Nutrition Therapy and Pathophysiology. U.S.A: Thomson Brooks/Cole, 2007.

·        Rolfes, Sharon Rady; Pinna, Kathryn; Whitney, Ellie. Understanding Normal and Clinical Nutrition. Wadsworth. International Cengage Learning; 2009.

Método de ensino

As metodologias de ensino são coerentes com os objetivos de aprendizagem. As aulas teóricas oferecem uma exposição detalhada e completa dos conteúdos programáticos e alargam o espírito crítico do aluno face às matérias apresentadas. As aulas teórico-práticas proporcionam o esclarecimento de dúvidas e a discussão em grupos mais pequenos de alunos dos aspetos mais importantes dos conteúdos. Além disso, os trabalhos realizados nas aulas teórico-práticas possibilitam a aplicação dos conteúdos teóricos. Os trabalhos em grupo permitem a discussão detalhada dos temas apresentados em pequenos grupos e servem também para aferir a forma como os alunos estão a aprender os conhecimentos lecionados. A avaliação contínua nas aulas teórico-práticas, contextualizada nos conteúdos programáticos dados nas aulas teóricas, encoraja os alunos ao estudo contínuo durante o período letivo. O exame final visa avaliar a totalidade dos conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas e teórico-práticas.

Método de avaliação

Aulas teóricas (aulas de carácter expositivo, dirigida a grandes grupos)

Aulas teórico-práticas (integram uma componente expositiva e uma componente interativa, dirigidas a pequenos grupos)

A avaliação será feita tendo em conta os seguintes parâmetros: discussão de casos clínicos (50 %); exame (50 %). Ficam aprovados os alunos com nota igual ou superior a 10 (0 a 20) valores em cada um dos elementos de avaliação.

Conteúdo

  1. Doenças do comportamento alimentar
  2. Obesidade; obesidade infantil e juvenil
  3. Diabetes mellitus
  4. Doenças cardiovasculares
  5. Dislipidémias
  6. Hipertensão arterial
  7. Hiperuricemia e Gota  
  8. Doenças Gastrointestinais (Esófago; Estômago; Intestino; Fígado; Vesícula Biliar; Pâncreas Exócrino)
  9. Doenças renais

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: