Especialidade em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias

Objetivos educativos

1)Saber desenvolver uma investigação com qualidade e rigor científico no campo das Ciências da Comunicação; 2)Ter capacidade para conceber problemas significativos e interpelantes, projetar segundo metodologias apropriadas aos objetos de estudos e às abordagens propostas e realizar uma investigação estimulante no campo multidisciplinar das Ciências da Comunicação, tendo como horizonte a dimensão social e intersubjectiva dos fenómenos humanos; 3)Desenvolver a capacidade de comunicar as metodologias seguidas, os problemas interpelantes em estudo e as conclusões propostas, de modo a poder submeter o trabalho a apreciação, perante um Júri especializado nacional ou/e internacional; 4)Ser capaz de analisar criticamente os fenómenos sociais e humanos, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas, numa linguagem bem estruturada e propícia ao debate de ideias e à argumentação aberta e consequente, fundamentada numa bibliografia atualizada e remetendo para autores de referência; 5)Ter realizado um conjunto significativo de trabalhos durante o percurso de investigação que tenha contribuído para o alargamento das fronteiras de conhecimento na área multidisciplinar das Ciências da Comunicação, para a regressão do senso-comum e para a reformulação dos termos da questão e das hipóteses insuficientemente fundamentadas, merecendo divulgação nacional ou internacional em publicações com referee; 6)Promover em contexto académico ou/e profissional novos questionamentos e novas abordagens, sempre em comunicação com outros especialistas nacionais e internacionais; 7)Produzir e divulgar os resultados em diferentes suportes, através da escrita e do uso de dispositivos tecnológicos.

Caracterização geral

Código DGES

8471

Ciclo

Área de especialização

Grau

Doutor

Acesso a outros cursos

O grau de "doutor" é uma qualificação final.

Coordenador

Maria Cristina Mendes da Ponte, Francisco Rui Nunes Cádima

Data de abertura

2020-09-28

Número de vagas

20

Propinas

1400 Euros/ano ou 2500 Euros/ano (para estudantes estrangeiros)

Horários

Presencial Pós-Laboral

Idioma de ensino

Língua Portuguesa

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

Duração: 8 semestres. Créditos totais: 240 créditos (60 em unidades curriculares + 180 na componente não letiva). Modalidades de componente não letiva: Tese. Número de créditos em regime de opção livre: 10 créditos. O seminário de opção livre poderá ser escolhido de entre as unidades curriculares de formação pós-graduada oferecidas pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH/NOVA), por outras unidades orgânicas da Universidade Nova de Lisboa, ou por outras instituições do Ensino Superior nacionais ou estrangeiras, mediante acordo ou protocolo.
O grau de doutor corresponde ao nível 8 do QNQ/QEQ - Quadro Nacional de Qualificações/Quadro Europeu de Qualificações.

Este percurso é um perfil de

Doutoramento em Ciências da Comunicação

Condições de acesso

As condições de acesso e ingresso estão estipulados na legislação nacional e dos normativos da UNL, respeitando pelo menos 1 das seguintes condições: a)Possuir o grau de mestre, ou equivalente legal; b)Possuir o grau de licenciado e ser detentor de um currículo escolar ou científico especialmente relevante, reconhecido pelo Conselho Científico (CC) da FCSH; c)Ser detentor de um currículo escolar, científico ou profissional, reconhecido pelo CC da FCSH. Os candidatos são ordenados tendo em conta a nota de mestrado e/ou de licenciatura, o currículo académico e a experiência profissional, privilegiando-se a afinidade da formação académica e científica e do currículo com a área das Ciências da Comunicação. É solicitada uma carta de motivação, detalhando as razões pelas quais deseja seguir o programa de estudos e a proposta da investigação a desenvolver.

Regras de avaliação

O ciclo de estudos conducente ao grau de doutor (CED) integra a realização de um curso de doutoramento(CD) constituído por unidades curriculares (UC) dirigidas à formação para a investigação; a realização de uma tese original e especialmente elaborada para este fim, adequada à natureza do ramo de conhecimento ou da especialidade e que contribua para o alargamento das fronteiras do conhecimento. As UC de tipo seminário são classificadas na escala numérica de 0-20. A classificação final do CD é expressa pelas fórmulas Aprovado ou Não Aprovado. Nos casos de aprovação, a classificação final do curso é expressa no intervalo 10-20 na escala numérica de 0-20, fazendo a média aritmética das classificações, na qual as unidades curriculares com 10 ECTS têm valor de ponderação 1 e o trabalho final valor de ponderação 2. O trabalho final é discutido em prova pública, a qual será realizada no final do semestre em que o estudante conclui o CD, ficando a avaliação a cargo de um júri constituído por três membros. A classificação final da tese é expressa pelas fórmulas de Aprovado ou Recusado por votação nominal justificada não sendo permitidas abstenções; no caso de a tese ter merecido aprovação, o júri votará ainda uma qualificação que poderá ser de Bom, Bom com Distinção ou Muito Bom. A qualificação final é atribuída nos termos do artigo 36º do Decreto-Lei 74/2006, de 24 de Março, alterado pelos Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de junho, 230/2009, de 14 de setembro, 115/2013, de 7 de agosto, 63/2016, de 13 de setembro, 65/2018, de 16 de agosto.

Estrutura

Dez créditos (ECTS) poderão ser obtidos no Seminário de Investigação em Ciências da Comunicação ou numa unidade curricular oferecida num curso de doutoramento ou por unidades de investigação da NOVA FCSH ou por outras instituições de ensino ou unidades de investigação com as quais exista protocolo.