Seminário de Especialidade em Teoria da Comunicação

Objectivos

A. Conhecer e compreender categorias conceptuais de modo analítico e crítico.
B. Saber aplicar as aquisições em situações novas, mobilizando abordagens intersubjectivas e interdisciplinares.
C. Pensar e resolver problemas com autonomia e fundamentação argumentativa, em exercício de reconhecimento e gestão da pluralidade.
D. Recolher, seleccionar e interpretar informação sobre os acontecimentos, sobre investigação científica, sobre debates no espaço público e sobre tendências de desenvolvimento.
E. Comunicar informação, ideias e projectos no plano conceptual e no plano prático.
F. Desenvolver:
a) Capacidade de análise e síntese;
b) Comunicação oral e escrita;
c) Raciocínio crítico;
d)Aprendizagem autónoma;
e) Capacidade de investigação;
f) Trabalho individual.

Caracterização geral

Código

73201109

Créditos

10.0

Professor responsável

Maria Lucília Marcos Moreira da Silva

Horas

Semanais - 2

Totais - 280

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

Ricoeur , P. Soi-même comme un autre , 425 pp., (Paris: Seuil),1990
Ricoeur, P. Parcours de la reconnaissance, 431 pp, (Paris: Stock), 2004.
Laitinen, A. “Charles Taylor and Paul Ricoeur on Self-Interpretations and Narrative Identity”. Narrative Research. Voices of Teachers and Philosophers, Huttuen, R. et al (eds). Jyväskylä: SoPhi 67, 57-71, 2002.
Marcos, M. L. et. al., Emmanuel Levinas: Entre Reconhecimento e Hospitalidade (Lisboa: Edições 70), 341 pp., 2011a.
Marcos, M. L. and Reis Monteiro, A. Reconhecimento – do Desejo ao Direito. (Lisboa: Edições Colibri), 183 pp., 2008a Honneth, A. Kampf um Anerkennnung (Frankfurt: Suhrkamp) 341 pp. [Portuguese translation: A luta pelo reconhecimento (Lisboa: Edições 70, 2011), 1992.
Taylor, C. Multiculturalism. Examining the Politics of Recognition (Princeton: Princeton University Press), 175 pp., 1994.

 

Método de ensino

Acção formativa articulada com o enquadramento epistemológico, teórico e metodológico, atenta à aquisição e aplicação de conhecimentos e compreensão dos conceitos, à realização de juízos e à comunicação de ideias. Teórico-prático (60% + 40%): trabalho de seminário (exposição, leitura e comentários).

Avaliação: 1) Participação nas sessões.
2) Realização das leituras propostas
3) Apresentação oral no seminário
4) Trabalho escrito

Método de avaliação

A disponibilizar brevemente

Conteúdo

1.Os processos de interacção humana são complexos, mas quando as pessoas entram em contacto tendem a adaptar reciprocamente o seu comportamento. Esta reciprocidade resulta de uma interacção entre diferentes personalidades, contextos compartilhados e projecções de expectativas. As identidades narrativas são dependentes dos processos de reconhecimento mútuo que acontecem na interacção quotidiana. Desenha-se uma relação, conceptual e empírica, entre identidade narrativa e reconhecimento

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: