Questões Éticas e Deontológicas do Jornalismo

Objectivos

a) Distinguir os conceitos de Ética, Moral e Deontologia;
b) Conhecer a origem e os conteúdos dos principais códigos deontológicos e a sua importância para o processo de profissionalização do jornalismo, bem como de outras formas de regulação: provedores de leitores, conselhos de redacção, conselhos deontológicos;
c) Discutir os fundamentos dos principais valores da ética jornalística: a verdade como dever fundamental e o respeito pela dignidade humana como limite;
d) Compreender as decisões ditadas pela ética jornalística em relação com os contextos sociais, políticos e culturais, a Moral, o Direito, as políticas editoriais e culturas organizacionais dos media e as expectativas do público;
e) Distinguir entre comportamentos éticos e não éticos em situações inerentes à prática jornalística e identificar os direitos, deveres, privilégios e responsabilidades específicas à profissão de jornalista;
f) Desenvolver uma consciência ética através da análise de casos jornalísticos actuais.

Caracterização geral

Código

72200111102

Créditos

10.0

Professor responsável

Carla Maria dos Santos Filipe Batista

Horas

Semanais - 3

Totais - 280

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

BERTRAND, Claude-Jean (1997), La Déontologie des Medias, Paris : PUF.
BOUGNOUX, Daniel (1995), La Communication contre l’ Information, Paris: Hachette.
CAMPONEZ, Carlos (2011), Deontologia do Jornalismo, Coimbra: Almedina.
CORNU, Daniel (1994), Journalisme et Vérité - pour une éthique de l’information, Lausanne : Labor et Fides.
ELLIOT, D. Cohen; Elliot, Deni (1997), Contemporary Ethical Issues, Santa Barbara, California: ABC-CLIO.
FIDALGO, Joaquim (2009), O Lugar da Ética e da Auto-Regulação na Identidade Profissional dos Jornalistas, Lisboa : Fundação Calouste Gulbenkian.
FROST, Chris (2011), Journalism Ethics and Regulation, Longman: London.
MESQUITA, Mário (2003), O Quarto Equívoco – o Poder dos Media na Sociedade Contemporânea, Coimbra : Minerva.
PINA, Sara (2011), Media e Leis Penais, Coimbra: Almedina.

 

Método de ensino

Os métodos de ensino dividem-se em três: exposição teórica por parte do docente das principais temáticas e problemáticas da cadeira, com base em textos e leituras recomendadas; análise e discussão de excertos de materiais jornalísticos, incluindo textos, registos audiovisuais e consulta de sites na Internet; apresentação em aula pelos estudantes de casos práticos envolvendo a cobertura jornalística de temas susceptíveis de originarem um debate ético.

Método de avaliação

A avaliação consiste na apresentação oral (posteriormente, deve ser entregue um trabalho escrito) das conclusões resultantes da análise de um caso prático cuja cobertura mediática foi susceptível de provocar uma reflexão de natureza ética(50%), escrita de um artigo científico ou ensaio a partir do desenvolvimento dessa problemática apresentada em aula(50%)

Conteúdo

1.Ética jornalística e deontologia profissional. Origem, funcionamento e limites dos mecanismos de auto-regulação: conselhos de redacção, livros de estilo, códigos deontológicos, conselhos deontológicos, conselhos de imprensa, correio dos leitores, provedor do leitor/do ouvinte/ do telespectador;
2.O lugar da hetero-regulação: sistemas políticos e modelos mediáticos; modos de intervenção do Estado e a definição de serviço público;
3.O jornalista no sistema mediático: o compromisso permanente com o público, a liberdade jornalística como liberdade de recusa e de proposta;
4.A responsabilidade social dos media, formas de media accountability;
5.O futuro da ética jornalística no contexto das modernas práticas comunicacionais: a necessidade de uma interrogação ética permanente sobre as práticas jornalísticas numa perspectiva individual (uma ética de sujeitos livres), profissional (no âmbito de constrangimentos organizacionais específicos) e social.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: