Arqueologia e História do Médio Oriente Antigo

Objectivos

1. Saber relacionar as diferentes dimensões espácio-temporais inerentes ao Médio Oriente antigo e compreendê-las numa perspectiva simultaneamente sincrónica e diacrónica;
2. Conhecer as principais e mais actuais interpretações historiográficas relativas às temáticas estudadas;
3. Conhecer os principais documentos históricos e ser capaz de os analisar e interpretar, compreendendo-os no seu contexto histórico;
4. Conhecer o contexto político, social, económico, cultural e religioso relativo ao Médio Oriente antigo;
5. Desenvolver capacidades de exposição oral e escrita, integrando vocabulário e um discurso conceptual adequados à disciplina;
6. Adquirir conhecimentos e competências que possibilitem o aprofundamento do estudo do Médio Oriente antigo.

Caracterização geral

Código

711051168

Créditos

6.0

Professor responsável

Isabel Cristina Gomes de Almeida

Horas

Semanais - 4

Totais - 168

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

N/A

Bibliografia

Akkermans, P. (2009). The Archaeology of Syria. From Complex Hunter-Gatherers to early Urban Societies (ca.16,000-300 BC). Cambridge: Cambridge University Press.
Margueron, J.-C. (1991). Les Mesopotamiens. Paris : Armand Colin.
Sanmartín, J. e Serrano, J. M. (1998). Historia Antigua del Próximo Oriente: Mesopotamia y Egipto. Madrid: Ediciones Akkal.
Pollock, S. (1999). Ancient Mesopotamia. Cambridge: Cambridge University Press.

Postgate, J.N. (1992). Early Mesopotamia. Society and Economy at the dawn of History, London /New York: Routledge

Método de ensino

As sessões têm um cariz teórico-prático, onde os discentes devem participar activamente na discussão de bibliografia e de fontes (escritas, iconográficas e materiais) específicas.

Método de avaliação

A avaliação baseia-se num trabalho escrito(50%), e numa frequência, onde a análise das fontes interligada com a bibliografia especializada é privilegiada(50%)

Conteúdo

1. Perspectivas de análise e de investigação
1.1 Horizontes geográfico e cronológico do estudo: as periodizações
1.2 Da Orientalística (séc.XIX) às áreas especializadas no presente
1.3 Os novos objectos de estudo e as novas perspectivas de abordagem
2. A Arqueologia da Mesopotâmia: origem, objectos de estudo e tendências
3. Origens do Estado e a sua organização
3.1 A emergência do Estado: da cidade-estado às formações políticas mais complexas
3.2 A instituição real: a sua legitimação ideológica
3.3 As limitações políticas da instituição real
4. A sociedade
4.1 A estratificação social e os modelos sociais
4.2 As redes de sociabilidade
4.3 O mundo urbano e sedentário vs. o mundo nómada
5. A economia
5.1 Recursos económicos
5.2 Actividades económicas
6. A religião como fenómeno estruturante
6.1 As teologias: o legado sumério e a identidade semítica
6.2 O culto e as práticas religiosas

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: