Ontologia

Objectivos

Adquirir:
a) a compreensão básica do sentido e da especificidade da Ontologia como componente fundamental da
tradição filosófica e domínio de investigação “vivo”;
b) a compreensão básica da pertinência da Ontologia como saber em falta (zêtoumenê epistêmê);
c) a compreensão básica da articulação entre a Ontologia e as demais disciplinas filosóficas;
d) a compreensão básica da articulação entre a Ontologia e as disciplinas científicas; e) a compreensão básica da multiplicidade de abordagens desenvolvidas na tentativa de dar resposta aos problemas da Ontologia;
f) a compreensão básica do problema da eventual impossibilidade da constituição da Ontologia como ciência;
g) a compreensão básica dos principais conceitos desenvolvidos no âmbito da Ontologia;
h) a capacidade básica de analisar, comparar, criticar e usar esses conceitos de forma autónoma;
i) a capacidade básica de interpretar e discutir autonomamente concepções ou teses no domínio da Ontologia

Caracterização geral

Código

711031064

Créditos

6.0

Professor responsável

Mário Jorge Pereira de Almeida Carvalho

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 168

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Not applicable

Bibliografia

Burnet, J. (Ed.) (1902). Platonis Opera, T. IV. Oxford: Clarendon Press.
Burnet, J./Duke, E. A. (Ed.) (1986). Platonis Opera, T. IV. Oxford: Clarendon Press.
Slings, S. R. (Ed.) (2003). Platonis Rempublicam recognovit brevique adnotatione critica instruxit S. R. S. Oxford: Clarendon Press.
Adam, J. (Ed.) (1902). The Republic of Plato. Cambridge: University Press, 2 vols.
Shorey, P. (Ed.) (1946). Plato The Republic. London/Cambridge (Mass.): Heinemann/Harvard University Press, 2 vols.
Emlyn-Jones (Ed.) (2013). Plato Republic. London/Cambridge (Mass.): Heinemann/Harvard University Press, 2 vols.
Chambry, E. (Ed.) (1933). Platon La République. Paris: Belles Lettres, 3 vols., suc. reed.
Vegetti, M. (Ed.) (1998-2007). Platone La Repubblica. Napoli: Bibliopolis, 7 vols.
Radice, R. /Reale, G. (Ed.) (2009). Platone Repubblica. Milano: Bompiani.
Schleiermacher, F./Kurz, D. (Ed.) (2001). Platon Werke 4: Der Staat. Darmstadt: Wissenschaftliche Buchgesellschaft.

 

 

Método de ensino

Curso de natureza teórico-prática.
A metodologia usada combina
a) o exame teórico de problemas e conceitos
b) uma aturada análise e comentário dos textos em causa (que presta especial atenção ao nexo entre eles e os problemas e conceitos focados, mas também a questões de interpretação, etc.)
c) a discussão de concepções alternativas, de objecções, contra-exemplos, etc.
O programa está concebido para proporcionar aos estudantes a experiência de trabalharem, se assim se pode dizer, no “laboratório” do pensamento filosófico.
Dá-se especial importância ao horário de atendimento, que pode ser usado para discutir problemas, objecções, matérias afins, etc.

 

Método de avaliação

Exame final escrito obrigatório(67%), um trabalho escrito e discuti-lo com o professor(33%)

Conteúdo

Introdução à problematicidade ontológica – Platão e a descoberta do metaxy

Como é que o acesso habitualmente disponível deixa margem para conhecimento em falta – e designadamente para as disciplinas científicas? E como é que estas deixam margem para um conhecimento relativo a toda a realidade enquanto tal? Que cabimento tem a Ontologia, enquanto ciência procurada (zêtoumenê epistêmê)?
Como pode fazer falta algo desse género? A que é que corresponde?
Discutiremos estas questões a partir da descoberta platónica
a) de que há algo de intermédio entre o conhecimento e a ignorância sc. entre a realidade e o nada (um metaxy sophias kai amathias sc. tou ontos kai tou mê ontos)
e
b) de que tanto o acesso quotidiano, quanto o pensamento científico ou filosófico estão retidos neste metaxy, e deixam margem para a procura de conhecimento ainda em falta.
A análise deste conjunto de problemas seguirá o itinerário de descoberta do metaxy que se acha desenhado nos livros V, VI e VII da República

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: