Prát Trad Téc-Cient (Portug para Inglês)

Objectivos

a) Adquirir competências na área da tradução para o Inglês

b) Conhecer os principais domínios da Ciência e Tecnologia

c) Problematizar e melhorar as estratégias de resolução das dificuldades terminológicas e culturais-nocionais de textos a traduzir de Português para Inglês

d) Promover uma aprendizagem ao longo da vida com elevado grau de autonomia

e) Saber coligir dados e elaborar glossários

f) Desenvolver as competências de reflexão e de auto-avaliação das traduções feitas.

g) Aprofundar a competência linguística da língua inglesa

h) Considerar o âmbito e limitações de tradução Técnica realizada por tradutores com perfil nas Ciências Socais e Humanas.

Caracterização geral

Código

711121060

Créditos

6.0

Professor responsável

Carolyn Elizabeth Leslie, Richard Denman Sidaway

Horas

Semanais - 4

Totais - 168

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

N/A

Bibliografia

Byrne, J. (2010). Technical translation: Usability Strategies for Translating Technical Documentation. Springer.
Byrne, J. (2012). Scientific and Technical Translation Explained. St Jerome Publishing.
European Commission. (2020, August 4). English style guide. https://ec.europa.eu/info/sites/info/files/styleguide_english_dgt_en.pdf
House, J. (2009). Translation. Oxford: Oxford University Press.
Mossop,B. (2010). Revising and Editing for Translators (Translation Practices Explained). St Jerome Publishing.

Método de ensino

Análise e discussão de textos escritos em Português
Apresentação de propostas de tradução pelos alunos
Elaboração autónoma e em grupo de traduções de textos seleccionados – na sala de aula ou préviamente preparado em casa.
Crítica, comparação, discussão, correção e revisão de versões do mesmo texto traduzido pelos colegas e outros.
Reflexão sobre os processos e as estratégias de tradução

Método de avaliação

Avaliação contínua: participação ativa nas aulas; realização sistemática de trabalho prático de tradução na aula, com ou sem preparação prévia, individual ou em grupo; elaboração de textos de crítica de tradução; autonomia e capacidade de autoavaliação(30%), Avaliação formal: 2 traduções presenciais (50%); 1 tradução não presencial (20%)(70%)

Conteúdo

Analise da área Técnico-Científica
Terminologia específica
Especificidades a incluir: abreviações e acrónimos; capitalisação; datas e periodos temporais; ‘false friends’ e palavras ambíguas; estrangeirismos; unidades de medidas; nomes e títulos; números e numeração; ortografia; símbolos científicos; termos técnicos; títulos de publicações.
Ferramentas, procedimentos técnicos, competências e estratégias de tradução: correção e uso de dicionários; revisão e pesquisa; reformulação; auto-monitorização
Pesquisa de temas e recursos
Elaboração de glossários para áreas específicos
Tradução de textos de entre as seguintes àreas: Genética, Oncologia, Imunologia, Zoologia, Farmacologia, Biologia, Microbiologia, Biotecnologia, Tecnologias Energéticas, Tecnologias de fabrico.
Tipos de texto: Leitura científica e tecnologica de carácter popular, textos académicos, artigos científicos, relatórios científicos e tecnológicos, resumos, folhetos informativos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: