Resistência de Materiais II

Objectivos

Esta unidade curricular surge na sequência de Resistência de Materiais I. Nela, pretendem-se transmitir conceitos fundamentais de Mecânica Estrutural, nomeadamente: análise plástica, corte, torção, critérios de verificação da segurança e encurvadura de peças lineares. Os conceitos abordados servem de base a outras unidades curriculares de análise e projeto de estruturas.

Caracterização geral

Código

10440

Créditos

6.0

Professor responsável

João Carlos Gomes Rocha de Almeida

Horas

Semanais - 5

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A unidade curricular de Resistência de Materiais II consta do actual plano de estudos do Mestrado Integrado em Engenharia Civil da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, sendo lecionada no 2º semestre do 3º ano do referido Mestrado.

No atual plano de estudos, a carga horária semanal é de 3 horas de aulas teóricas e 2 horas de aulas práticas, ao longo de um semestre com 14 semanas de duração letiva.

Para frequência desta unidade pressupõe-se que os alunos já adquiriram conhecimentos básicos de Mecânica Estrutural transmitidos nas unidades curriculares de Estática, Mecânica dos Meios Contínuos e Resistência de Materiais I.

Bibliografia

- W. Nash; “Resistência de Materiais”, Ed. McGraw-Hill.

- V. Dias da Silva; “Mecânica e Resistência dos Materiais”, Ed. Zuari.

- F.P. Beer, E.R. Johnston, J.T. DeWolf ; “Resistência dos Materiais”, Ed. McGraw-Hill.

- C. Moura Branco; “Mecânica dos Materiais”, Fundação Calouste Gulbenkian.

- Timoshenko; “Mechanics of Materials”, PWS-Kent Publishing Co.

- Colecção de problemas (disponível no Clip)

Método de ensino

Aulas teóricas e práticas, online.

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/83238828702

Método de avaliação

A avaliação tem duas componentes: teórico-prática (testes e/ou exame final) e sumativa (resolução de exercícios disponibilizados online). A componente sumativa apenas é contabilizada na nota final caso a sua classificação seja superior à da componente teorico-prática.

Serão efetuados dois testes, cada um abrangendo cerca de metade da matéria. Existirá ainda um exame final, abrangendo a totalidade da matéria. Os testes e exame serão realizados presencialmente no Campus da FCT, salvo indicação em contrário da parte da Direção da FCT.

Serão apresentados online vários exercícios neste link. A resposta de cada aluno a esses exercícios será feita também online. Por cada resposta a um dado exercício será enviada uma mensagem confirmando se a resposta está ou não correta. Caso erre, o aluno poderá fazer novas tentativas até obter a solução correta. As respostas aos exercícios deverão ser elaboradas individualmente e entregues em prazos a indicar para cada exercício (cerca de duas a três semanas após o exercício respetivo ser apresentado nas aulas). Depois dessas datas, não se aceitarão quaisquer respostas. Por cada exercício, o aluno receberá a cotação de 20/n ou de 0 valores, consoante acerte ou não na resposta respetiva (nota= nº de exercícios colocados online).

Para os alunos que optarem pela avaliação por testes, a nota final (NF) é dada por: NF = Máximo[0,5(T1+T2) ; 0,425(T1+T2)+0,15P], onde T1 e T2 são as notas do primeiro e segundo testes, e P é a soma das notas dos exercícios online. Serão aprovados os alunos cuja classificação final seja igual ou superior a 9,50 valores. Caso reprovem por testes ou pretendam melhorar a sua classificação, os alunos poderão efetuar o exame final, nos moldes abaixo indicados.

O exame será dividido em duas partes, correspondendo cada parte a cerca de metade da matéria. Aproximadamente a meio da duração do exame, será dada aos alunos a possibilidade de entregarem apenas uma das partes do exame (a 1ª, correspondente ao 1º teste, ou a 2ª, correspondente ao 2º teste), para tentar melhorar a classificação obtida anteriormente num dos testes.

Para os alunos que optarem pela avaliação por exame, a nota final (NF) é dada por: NF = Máximo[EX ; 0,85EX+0,15P], onde EX é a nota obtida no exame P é a soma das notas dos exercícios online. Serão aprovados os alunos cuja classificação final seja igual ou superior a 9,50 valores. 

Os alunos cuja classificação final seja superior a 16 valores serão convocados para realizar uma prova oral suplementar. Caso não compareçam a essa oral, a sua classificação baixará para 16 valores.

 

Nota: De acordo com o Artigo 10º do Regulamento de Avaliação de Conhecimentos da FCT, quando for comprovada a existência de fraude ou plágio em qualquer dos elementos de avaliação, os estudantes diretamente envolvidos são liminarmente reprovados na unidade curricular (UC), sem prejuízo de eventual procedimento disciplinar ou cível, devendo a ocorrência ser participada ao Diretor da FCT pelo Responsável da UC. Em caso de dúvida, o Responsável da UC pode determinar a realização de uma nova prova, escrita ou oral, equivalente, cujo resultado prevalece relativamente a outro anteriormente obtido.

Conteúdo

1. Flexão Plástica

Esforços de cedência e de plastificação. 
Regimes elástico e plástico: cargas de cedência e cargas últimas. 
Análise elasto-plástica e análise limite. 
Deformações plásticas. 
Tensões residuais. 
Momento plástico, módulo plástico de flexão e factor de forma. 
Flexão em regime elasto-plástico. 
Conceito de rótula plástica. 
Análise limite de peças fletidas; determinação de cargas de colapso. 
Interacção momento fletor - esforço axial em regime plástico.

2. Corte

Teoria elementar do corte; cálculo de ligações. 
Esforço rasante e fluxo de corte. 
Tensões elásticas de corte em secções mono-simétricas. 
Tensões elásticas de corte em secções de parede fina aberta e fechada. 
Energia de deformação; área reduzida de corte. 
Centro de corte. 
Deformações de corte.

3. Torção

Torção elástica em secções com simetria radial. 
Torção elástica em secções de parede fina aberta e fechada. 
Energia de deformação. 
Deformações de torção. 
Torção plástica.

4. Solicitações Compostas e Verificação da Segurança  

Combinação de tensões. 
Tensão de comparação. 
Critério de cedência de Tresca. 
Critério de cedência de Von Mises. 
Critério de rotura de Rankine. 
Critério de rotura de Mohr-Coulomb.

5. Encurvadura

Estabilidade do equilíbrio. 
Carga crítica de Euler; comprimento de encurvadura. 
Encurvadura de peças com apoios elásticos. 
Colunas com inperfeições geométricas. 
Colunas com cargas excêntricas. 
Dimensionamento de peças à encurvadura.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: