Topografia e Sistemas de Informação Geográfica

Objectivos

Assegurar a aprendizagem dos conceitos e aplicações da Topografia e dos Sistemas de Informação Geográfica nas várias vertentes da Engenharia Civil, nomeadamente:

- Competências de leitura e compreensão de representações (em suporte papel ou digital) da superfície terrestre;

- Conhecimento das grandezas elementares a observar e dos métodos, técnicas e equipamentos de observação que permitam a descrição do lugar, a implantação de obras e respectivo controlo;

- Noção dos erros cometidos nas observações bem como a forma de os eliminar, corrigir e/ou compensar.

Caracterização geral

Código

10431

Créditos

3.0

Professor responsável

Rui Alexandre Lopes Baltazar Micaelo

Horas

Semanais - 3

Totais - 44

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

[1] José Gonçalves, Sérgio Madeira, J. Sousa. TOPOGRAFIA – Conceitos e Aplicações, Lidel, 2008. ISBN: 978-972-757-485-8

[2] Casaca, João; Matos, João; Baio, Miguel. Topografia geral, Lidel, 3ª ed. 2000. ISBN: 972-757-135-2

[3] Gaspar, Joaquim Alves. Cartas e projecções cartográficas, Lidel, 2000. ISBN: 972-757-151-4

[4] Instituto Geográfico do Exército. Manual de Leitura de Cartas; IgeoE; 5ª ed. 2002

[5] Wolf, Paul R. Elementary surveying. HarperCollins College Publishers, 9th Ed. 1994, USA.

Método de ensino

A disciplina é constituída por um conjunto de aulas teóricas e práticas, com igual carga horária semanal (1,5h), em que se pretende que os alunos adquiram os conhecimentos através da exposição oral nas aulas teóricas e os apliquem num conjunto selecionado de exercícios nas aulas práticas.

A avaliação é realizada durante o semestre através de mini-testes e um teste final.

Método de avaliação

[Método de avaliação devido às medidas de contingência da pandemia COVID-19]

A avaliação dos conhecimentos tem duas componentes: Sumativa (22,5%) e Teórico-Prática (77,5%). A componente sumativa será avaliada através de 2 mini-testes online (Moodle) (20%) e da participação na demonstração de campo (2,5%). A componente teórico-prática será avaliada através de um teste presencial. 

Consideram-se aprovados os alunos com frequência que tenham uma classificação final não inferior a 9,5 valores, com nota mínima na componente teórico-prática de 9,0 valores.

Para a obtenção de frequência à disciplina é necessário frequentar, com pontualidade, pelo menos 2/3 das aulas práticas e participar na demonstração de trabalho de campo. Os alunos do 1º ano e 1ª inscrição à disciplina não podem exceder 3 faltas não justificadas às aulas práticas. Os alunos que frequentaram a disciplina em 2019/20 estão dispensados deste requisito.

Os alunos que obtenham classificação final superior a 16 valores devem realizar prova oral para confirmação da nota. Neste caso, a classificação do aluno será a classificação da prova oral. Caso optem por não realizar a prova oral, ser-lhes-á atribuída a classificação de 16 valores.

No caso eventual da componente teórico-prática ter de ser avaliada à distância, as medidas específicas para a realização da prova escrita, incluindo vigilância, serão definidas em momento oportuno. Adicionalmente, a prova oral para confirmação da nota será realizada para os alunos com classificação superior a 14 valores. 

Conteúdo

[1] Cartografia: cartas topográficas; representação da Terra; sistemas de coordenadas; projeções cartográficas.

[2] Grandezas e Equipamentos de Observação: desníveis; ângulos; distâncias.

[3] Métodos Clássicos de Observação: nivelamento trigonométrico e geométrico; levantamento topográfico.

[4] Rede de Apoio Topográfico: triangulação; intersecção; poligonação.

[5] Outros métodos de Observação: GPS – Sistema de Posicionamento Global; Fotogrametria aérea; detecção remota; varrimento laser.

[6] Sistemas de Informação Geográfica: noções gerais e aplicações.