Análise de Estruturas Geotécnicas

Objectivos

O aluno deve compreender e ficar apto a aplicar a mecânica dos principais problemas das estruturas geotécnicas. Deve ainda compreender a filosofia de segurança de acordo com o Eurocódigo 7 e apto a aplicá-la aos casos simples das principais estruturas geotécnicas.

O aluno deve ficar apto a:

  1. construir as soluções associadas à determinação das cargas de colapso dos problemas geotécnicos estudados: impulsos de terras, capacidade resistente em relação ao carregamento vertical e estabilidade de maciços em talude, através dos métodos de análise limite e equilíbrio limite;

  2. determinar as cargas de colapso associadas a esses problemas;

  3. identificar os estados limites últimos das principais estruturas geotécnicas: estruturas de suporte, fundações superficiais e taludes (apenas análises estáticas);

  4. verificar a segurança das principais estruturas geotécnicas;

  5. determinar assentamentos de fundações superficiais

Caracterização geral

Código

9377

Créditos

6.0

Professor responsável

Nuno Manuel da Costa Guerra

Horas

Semanais - 5

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Aprovação na disciplina de Mecânica dos Solos.

Bibliografia

Principal

Guerra, N. M. C. (2014) - "Análise de Estruturas Geotécnicas", FCT/UNL

Secundária

Atkinson, J. (1993) - "An Introduction to the Mechanics of Soils and Foundations", McGraw Hill, London

Matos Fernandes, M. (2011) - "Mecânica dos Solos. Introdução à Engenharia Geotécnica", Volume 2, FEUP Edições

Budhu, M. (2000) - "Soil Mechanics and Foundations", Wiley

Lancellotta, R. (1995) - "Geotechnical Engineering", A. A. Balkema, Roterdam

Frank, R.; Bauduin, C.; Driscoll, R.; Kavvadas, M.; Krebs Ovesen, N.; Orr, T.; Schuppener, B. (2004). Designers'''' Guide to EN1997-1, Eurocode 7: Geotechnical design -- General Rules. Thomas Telford, London.

 

Método de ensino

Aulas teóricas para apresentação e explicação da matéria do programa. Aulas práticas para aplicação, pelos alunos, dos conceitos adquiridos nas aulas teóricas.Utilização, numa das aulas, de modelo pedagógico com vista à compreensão dos mecanismos envolvidos nos casos de colapso mais simples estudados na disciplina.

Método de avaliação

Todas as provas serão presenciais (ver Nota 1).

A avaliação da disciplina será constituída por dois testes, a realizar durante o semestre e um exame final, de recurso. Para cada teste será avaliada, por norma, a matéria leccionada até à semana anterior a cada teste.

Ambos os testes são classificados de 0 a 10.0 valores, arredondados à décima, sendo as suas classificações NT1 e NT2.

A aprovação na disciplina é condicionada a NT2 ser superior ou igual a 4.5 valores (em 10.0).

Cumprindo-se a nota mínima indicada, a nota final, arredondada à unidade, é NF=NT1+NT2 (ver Nota 2).

O exame de recurso será classificado de 0 a 20 valores e, para os alunos que o realizem, a nota final, NF, é a nota do exame, arredondada à unidade (ver Nota 2).

O aluno, para ser aprovado, deverá ter NF >= 10 val.

 

Nota 1: Se, por imposição legal ou outra necessidade, alguma prova for realizada de forma não presencial, em caso de obtenção de nota final superior ou igual 9.5 valores, as classificações serão confirmadas (ou não) através da realização de prova oral.

Nota 2: Os alunos que obtenham classificação final superior ou igual a 17 valores devem realizar prova oral para confirmação da nota. Neste caso, a classificação do aluno será a classificação da prova oral. Caso optem por não realizar a prova oral, ser-lhes-á atribuída a classificação de 16 valores.

Nota 3:  Na disciplina de AEG não há partes independentes da matéria leccionada. Isto significa que para fazer o teste 2 os alunos necessitam dos conhecimentos avaliados no teste 1.

Conteúdo

 

  1. Introdução às Estruturas Geotécnicas.

  2. Introdução ao colapso dos maciços. Métodos de análise: análise limite e equilíbrio limite.

  3. Colapso dos maciços: pressões de terras; capacidade resistente ao carregamento vertical; colapso de maciços em talude.

  4. Verificação da segurança das estruturas geotécnicas aos estados limites últimos: Eurocódigo 7.

  5. Verificação da segurança de fundações superficiais; referência às fundações profundas; verificação da segurança de taludes; verificação da segurança de estruturas de suporte.

  6. Deslocamentos de estruturas geotécnicas; assentamentos de fundações superficiais

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: