Investigação Operacional

Objectivos

Introduzir os alunos de Licenciaturas em Engenharia à Investigação Operacional, que lida com a modelação e otimização de sistemas. Na área da Otimização estuda-se a Programação Linear. Em seguida, os alunos são introduzidos à Gestão de Projectos e à Teoria da Decisão. Finaliza-se a disciplina com a abordagem da Simulação e suas aplicações.

Caracterização geral

Código

10361

Créditos

6.0

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Os alunos deverão ter conhecimentos sólidos de Cálculo Matricial e de Probabilidades.

Bibliografia

1. F. S. Hillier e G. J. Lieberman, Introduction to Operations Research, 2015, 10ª Ed., McGraw-Hill.

2. L. V. Tavares, F. N. Correia, I. H.l Themido e R. C. Oliveira, Investigação Operacional, 1996, McGraw-Hill.

3. Wayne L. Winston, Operations Research, 2003, Duxbury Press.

Método de ensino

Os "conceitos-base" da disciplina serão leccionados nas aulas teóricas.   Nas aulas práticas serão feitos exercícios de aplicação dos conceitos apresentados nas aulas teóricas.  

Os alunos dispõem de elementos de apoio às aulas teóricas, bem como dos enunciados dos exercícios utilizados nas aulas práticas.

Método de avaliação

Esta unidade curricular terá avaliação contínua, constituída por 2 Testes, e um Exame em Época de Recurso.

Só os alunos com frequência poderão obter aprovação nesta unidade curricular.

Obtenção de frequência

1) A frequência é concedida a todos os alunos que compareçam em pelo menos 2/3 de todas as aulas leccionadas.

2) Os alunos que tenham obtido frequência no ano lectivo 2018/2019 ou que tenham estatuto de Trabalhador – Estudante estão dispensados da obtenção de frequência no corrente ano letivo.

Método de avaliação

1) A avaliação contínua compreende a realização de 2 testes. Cada teste terá uma cotação de 10 valores.  A classificação final de um aluno em época normal é o resultado da soma das classificações dos 2 testes.

2) Um aluno reprovado na avaliação contínua pode realizar o exame de recurso sendo a classificação final a obtida no exame de recurso.

3) Os alunos aprovados na avaliação contínua poderão realizar melhoria de nota em Época de Recurso, formalizando os procedimentos necessários na Divisão Académica.

4) A obtenção de uma classificação final superior a 17 valores nesta unidade curricular requer a realização de uma prova complementar.

Conteúdo

1.
Programação Linear
1.1.
Formulação de Problemas de Programação Linear
1.2.
Algoritmo Simplex
1.3.
Formulação Matricial. Algoritmo Simplex Revisto
1.4.
Dualidade
1.5.
Análise de Sensibilidade e Pós-Otimalidade

 

2. Gestão de Projetos
2.1.
Método do Caminho Crítico (C.P.M.)
2.2.
Gestão de recursos associados a um projeto
2.3.
Redução da duração de um projeto
2.4. Técnica PERT
   

 

3.
Teoria da Decisão
3.1.
Critérios de decisão em Situação de Incerteza e em Situação de Risco
3.2.
Decisões Sequenciais
3.3.
Introdução à Decisão Multicritério

 

4.
Simulação
4.1.
Aspectos Técnicos da Simulação
4.2.
Geração de Números Pseudo-Aleatórios
4.3.
Aplicações