Projeto de Hidráulica Urbana

Objectivos

Esta unidade curricular tem por objetivo proporcionar aos alunos conhecimentos e competências no domínio da engenharia do saneamento básico e a capacidade de conceber, dimensionar:

i) Sistemas de captação, adução, armazenamento e distribuição de água;

ii) Sistemas de drenagem de águas residuais;

iii) Sistemas de drenagem de águas pluviais em meio urbano.

Visa, também, desenvolver competências técnicas e analíticas com o objetivo de que cada aluno seja capaz de elaborar um projeto de abastecimento de água e drenagem de águas residuais, utilizando a metodologia adequada para o efeito.

Caracterização geral

Código

10404

Créditos

6.0

Professor responsável

António Pedro de Nobre Carmona Rodrigues, António Pedro Macedo Coimbra Mano

Horas

Semanais - 5

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Os alunos devem apresentar conhecimentos nas áreas da hidráulica dos escoamentos, quer em superfície livre quer em pressão. Devem, ainda, possuir conhecimentos básicos na utilização de programas de desenho gráfico (AutoCad), processamento de texto (Word) e de folhas de cálculo (Excel).

Bibliografia

- Regulamento   Geral de Sistemas Públicos e Prediais de Distribuição de Água e Drenagem de   Águas Residuais. Ministério das Obras Públicas, Transporte e Comunicações,   Decreto Regulamentar nº 23/95;

- Apontamentos da unidade curricular disponíveis nas plataformas CLIP e/ou MOODLE.

Método de ensino

O método de ensino inclui uma aula teórico-prática (TP)  semanal, com a duração de 5 horas, onde os alunos revêm a matéria já parcialmente desenvolvida na disciplina de “Hidráulica Urbana”, e adicionam novos conceitos. É dada ênfase às rotinas próprias do meio profissional e à vertente da praticabilidade. A informação chega através de meios audiovisuais e exposição oral. São formados grupos de trabalho de 2 elementos e que interagem internamente e com o docente.

Método de avaliação

Serão realizadas cinco trabalhos práticos e uma discussão única da totalidade dos trabalhos e um teste. É igualmente obrigatória a frequência de dois terços das aulas.

A Classificação final na unidade curricular é calculada de acordo com a seguinte fórmula:

CF = 0.15 x T + 0.85 x (TP1*0.1 + TP2*0.3 + TP3*0.15+ T4*0.15+T5*0.3)

em que T representa a classifcação obtida no teste e TP1, TP2, TP3, TP4 e TP5 representam as classificações obtidas nos trabalhos práticos  1 a 5, respectivamente.

Conteúdo

1 - Âmbito e objectivos da elaboração de projectos: conceitos fundamentais e importância na comunicação à obra, cumprimento de prazos e optimização económica. Planeamento e organização do projecto.

2 – Revisão sobre os conceitos de sistemas de abastecimento de água: Obras de captação e adução; Instalações elevatórias; Reservatórios; Redes gerais de distribuição de água; Materiais a aplicar.

3 - Revisão sobre os conceitos de sistemas de drenagem de águas residuais e pluviais: Origem, quantificação e natureza das águas residuais; Concepção e dimensionamento de redes gerais de drenagem de águas residuais; Órgãos das redes gerais de drenagem; Instalações elevatórias; Materiais a aplicar.

4 – Estratégias para definição de bases de dimensionamento e consulta de elementos de partida (censos populacionais, registos de perdas e consumos, etc.).

5 – Legislação (normalização e regulamentação) aplicada ao tipo de projectos em foco.

6 - Seminários com agentes do projecto, nomeadamente fornecedores de equipamento, materiais, tubagem, soluções pré-fabricadas.

7 – Desenvolvimento do projecto: Concepção de sistemas de abastecimento de água e drenagem de águas residuais (domésticas e pluviais).

8 – Visitas de estudo.

9 – Apresentação e defesa dos trabalhos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: