Bioinorgânica

Objectivos

A disponibilizar brevemente

Caracterização geral

Código

10694

Créditos

6.0

Professor responsável

Carlos Lodeiro Espino, Maria dos Anjos Lopes de Macedo

Horas

Semanais - 3

Totais - 70

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

Robert Crichton “Biological Inorganic Chemistry: An Introduction”, 2007, 1ª edição, Elsevier Science

Ana M. V. Cavaleiro “Química Inorgânica Básica”, 2004, 3ª edição, Universidade de Aveiro

Raymond Chang and Kenneth A. Goldsby, “Chemistry”, 2012, McGraw-Hill, N.Y., 11ª edição 

Patricia C. Wilkins, Ralph G. Wilkins “Inorganic Chemistry in Biology”, Oxford Chemistry Primers, 2002, 2ª edição, Oxford University Press

 J. J. R. Fraústo da Silva, R. J. P. Williams “The biological chemistry of the elements: the inorganic chemistry of life”, 2001, 2ª edição, Oxford University Press

J.J.R. Fraústo da Silva, José A.L. Silva “Os Elementos Químicos e a Vida”, 2011, 1ª Edição, Instituto Superior Técnico

José J. G. Moura, Nuno Palma “Introdução à química da vida: caderno de adequação ao ensino à distância”, 1995, 1ª edição, Universidade Aberta

Método de ensino

Ensino teórico, teórico-prático e experimental:

- TP: Nestas aulas o Professor faz exposição oral dos conteúdos programáticos com apoio de diapositivos e resolvem-se exercícios de aplicação. Serão também leccionadas 3 sessões para resolução de exercícios, com numero reduzido de estudantes (1 ou 2 turnos em simultâneo).

- P: Total de 4 sessões de 3 horas com trabalhos experimentais realizados em grupos de 3 alunos. O docente estará presente para dar apoio e ajudar na resolução do questionário, que deverá ser entregue no final de cada aula prática.

Neste semestre, devido às restrições impostas pela pandemia COVID-19, estas sessões serão colmatadas com sessões através de plataformas digitais, com exercicios e com a resolução em grupo de questionários relativos a trabalhos laboratoriais.

Os protocolos/questionários dos trabalhos práticos estão disponíveis na página da disciplina do CLIP

As 4 sessões de trabalho experimental obrigatórias para estudantes sem frequência são excecionalmente substituidas pela entrega dos questionários.

Método de avaliação

1- A Frequência da UC é obtida tenso em conta:

a) realização com informação positiva dos trabalhos práticos, não sendo admitidas faltas. São excepções a presença, devidamente justificada, no Dia da Defesa Nacional ou em caso de internamento hospitalar.

b) Realização com avaliação positiva do Questionário resolvido em grupo e entregue no final de cada aula.

Neste semestre, devido às restrições impostas pela pandemia COVID-19, as sessões práticas que não possam ser presenciais, serão colmatadas com sessões online (utilizando de plataformas digitais) com discussão de vídeos, exercícios e resolução em grupo de questionários relativos aos trabalhos laboratoriais. A presença nestas sessões e a entrega dos questionários (com avaliação positiva) mantém-se, de modo a dar acesso à frequência.

Os alunos com frequência de anos anteriores, estão dispensados das aulas laboratoriais,/entrega dos questionários

2- A avaliação inclui várias componentes:

a) Realização de 3 testes que incluem componente teórica e componente prática (questões sobre os trabalhos práticos realizados).

Caso o aluno obtenha frequência à componente prática, a nota final da componente TESTES (T) será calculada como a média dos 3 testes de avaliação. Não há nota mínima em cada teste, mas a média mínima para ter aprovação é de 9,5 valores. A não realização de qualquer um dos testes implica uma nota igual a zero.

Os testes serão realizados através da plataforma digital Moodle.

Esta componente tem um peso de 75% na nota final.

Caso o/a estudante não obtenha aprovação nos testes,esta componente poderá ser realizada em Exame de Recurso: os alunos com classificação (média dos testes) inferior a 9,5 e frequência à disciplina, serão avaliados com um exame incluindo toda a matéria. Neste Exame de Recurso, os alunos aprovados por testes podem fazer melhoria de toda a matéria, mediante a respectiva inscrição a melhoria de nota (serviços académicos).

b) Nota prática: avaliação dos questionários (que terão que ter nota final >9,5 valores, para obtenção de frequência) das aulas práticas. 

Esta componente tem um peso de 15% na nota final

c) Realização de mini-testes de (auto-)avaliação e preparação das aulas práticas e/ou acompanhamento da matéria leccionada. 

Os mini-testes serão realizados através da plataforma digital Moodle.

Esta componente tem um peso de 10% na nota final.

3- Cálculo da nota final = (T x0,75) + (Q x0,15) + (MT x0,10)

Conteúdo

Apresentação e Introdução à Bioinorgânica

Estequiometria reaccional

Nomenclatura e isomerismo em compostos de coordenação

Ligação química em compostos de coordenação (teoria HSAB)

Reactividade em compostos de coordenação: Reacções de substituição; Inércia e labilidade; Mecanismos reaccionais

Equilíbrios de complexação; constantes de estabilidade parciais e globais: efeito do pH e da presença de outros ligandos

Reacções de oxidação-redução: Pilhas; Acerto de reacções redox; Equação de Nernst; efeito pH e da formação de complexos; Diagramas de Latimer e Diagramas de Frost; aplicações em sistemas biológicos

Iões metálicos em sistemas biológicos; centros metálicos de proteínas e enzimas: Metaloproteínas de Ferro (hémicas e não-hémicas), de Cobre, de Zinco e outras; estrutura do centro metálico; magnetismo e cor em compostos de coordenação; Teoria do Campo Cristalino e transições electrónicas

Elementos essenciais e toxicidade em Sistemas Biológicos. Exemplos de metais em Medicina

 

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: