Introdução à Biofísica B

Objectivos

Dar uma introdução aos principais conceitos da Física de um ponto de vista Biológico.

Caracterização geral

Código

11832

Créditos

6.0

Professor responsável

António Carlos Simões Paiva

Horas

Semanais - 5

Totais - 65

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

A disponibilizar brevemente

Bibliografia

- Slides PowerPoint apresentados nas aulas e Série de Problemas, afixados no CLIP.

 Bibliografia Complementar

- “General Physics with Bioscience Essays”, 2nd Ed, Jerry Marion, Wiley, 1985

“Introdução à Biofísica” Lídia Salgueiro, J. Gomes Ferreira. Fundação Calouste Gulbenkian, 1991

- “Biofísica Médica” J. J. Pedroso de Lima. Imprensa da Universidade, Coimbra, 2014

Método de ensino

A disponibilizar brevemente

Método de avaliação

Método de Avaliação em Introdução à Biofísica B

 

Artigo 1º – Modo de avaliação de conhecimentos

  1. De acordo com o Regulamento de Avaliação da FCT  a avaliação em Física enquadra-se no tipo Avaliação contínua.
  2. O funcionamento é descrito nos Art. 2º a 6º. A classificação de cada elemento é expressa na escala de 0 a 20 valores e arredondada às unidades.

Artigo 2º – Componente Teórico-Prática

  1. No âmbito da avaliação contínua serão efectuados 2 testes ao longo do semestre, cuja classificação será arredondada às unidades. A inscrição nos testes é obrigatória.
  2. A classificação teórica-prática (CTP) é a média aritmética arredondada às unidades das classificações obtidas nos testes ou a classificação do exame final arredondada às unidades.
  3. Os estudantes que obtenham uma classificação CTP igual ou superior a 10 valores obtêm aprovação na unidade curricular.
  4. Se a classificação obtida no nº 2 for superior a 16 valores poderão ser admitidos a uma prova oral.
  5. Na prova oral mencionada no número anterior, os estudantes podem subir ou descer a nota final com a garantia de classificação mínima de 16 valores.
  6. A ausência à prova oral referida no número anterior traduz a aceitação por parte do estudante da nota final de 16 valores

Artigo 3º – Testes e Exame

  1. Cada teste incidirá essencialmente sobre toda a matéria leccionada nas aulas teóricas até à aula teórica anterior ao teste e terá a estrutura de questões de escolha múltipla (QEM) e resolução de problemas.
  2. Apesar de a avaliação nos testes não ser cumulativa, e devido à natureza dos assuntos abordados nesta Unidade Curricular, não é excluído que um elemento de avaliação se socorra de conhecimentos respeitantes à matéria avaliada em elemento(s) anterior(es).
  3. Os exames de recurso, extraordinário ou especial são avaliações em QEM.
  4. Todos os estudantes abrangidos pela avaliação contínua (tanto em 1ª inscrição como repetentes) têm obrigatoriamente que estar inscritos no turno teórico.
  5. Durante as provas de avaliação (testes teórico-práticos ou exames) os estudantes só poderão ter consigo:
    1. Lápis, caneta e borracha;
    2. Documento de identificação com fotografia;
    3. Máquina de calcular;
    4. Um “ajuda-memória” apenas num dos lados de uma folha A5 para cada teste.
  6. Durante a realização das provas não é permitida a utilização de aparelhos electrónicos, tais como tablets, telemóveis, smart watches, etc.
  7. Não é permitido desagrafar as folhas dos cadernos com os enunciados e com as resoluções feitas pelos estudantes na prova.
  8. A prova será anulada se não forem satisfeitos os nºs 5, 6 ou 7.
  9. Os estudantes que cometam fraude numa prova de avaliação (Teste ou Exame) terão a referida prova anulada, estão automaticamente reprovados na unidade curricular no presente ano lectivo.

Artigo 4º – Prática

  1. As aulas práticas terão início com o turno teórico prático online.2 na 5ª feira da 2ª semana de aulas (semana de 15 de Março).
  2. Na primeira aula do turno teórico prático.X (X=1, 2 e 3 serão confirmadas as inscrições nesse turno.
  3. No limite das vagas disponíveis, poderão ser aceites mudanças de turno até dia 17 de Março. Para tal, os estudantes deverão contactar o docente responsável pelas aulas práticas desse turno por correio electrónico (ver Aviso 1, no CLIP).
  4. Nas aulas práticas (AP) serão discutidos exercícios e problemas da Série de Problemas.

Artigo 5º – Melhoria de Nota

  1. Os estudantes que pretendam efectuar melhoria de nota devem cumprir, para esse efeito, as formalidades legais de inscrição.
  2. Os estudantes que tenham obtido aprovação na Unidade Curricular no corrente ano lectivo de 2020/2021 em Avaliação Contínua podem melhorar a classificação em Exame de Recurso.
  3. Para os estudantes que tenham obtido aprovação na Unidade Curricular no ano lectivo de 2019/2020 a classificação da componente prática (CP) contribui da forma prevista nas regras então em vigor para a nova classificação final em caso de melhoria efectiva.
  4. Os estudantes que obtenham classificação final descrita no nºs 2 ou 3 superior a 16 valores podem ser admitidos a uma prova oral (ver nºs 5 e 6 do Artigo nº2).

Artigo 6º – Trabalhadores Estudantes

  1. Os estudantes são considerados como detentores do estatuto de Trabalhador Estudante se constarem como tal nas pautas no CLIP.
  2. Os estudantes devem, assim que possível, comunicar o seu estatuto ao docente responsável da unidade curricular.
  3. Os estudantes detentores do estatuto de Trabalhador Estudante têm que realizar as provas de avaliação como constam nesta Ficha de Disciplina.

Artigo 7º – Outros

  1. Os estudantes quando contactarem os docentes através de mensagem electrónica (email) devem indicar no “Assunto (Subject)” a seguinte informação: “IBB - Turno – Nome – Nº de estudante – Assunto”.
  2. Não serão respondidas mensagens electrónicas com perguntas cuja resposta conste nos Artigos anteriores ou na página da unidade curricular no CLIP.

Conteúdo

0 FORÇAS
1 OSCILAÇÕES
1.1 Frequência e Período
1.2 Forças de Restituição Linear
1.3 O Movimento Harmónico Simples (MHS)
1.4 Energia no MHS
1.5 Amortecimento
1.6 Ressonância
2 ONDAS MECÂNICAS
2.1 Ondas Transversais e Longitudinais
2.3 Ondas Progressivas
2.4 Energia e Intensidade
2.5 Ondas Sonoras.
2.5.1 Escala Decibel
2.5.2 O Efeito de Doppler
2.5.3 Onda de Choque
2.6 Sobreposição e Ondas Estacionárias (OE)
2.6.1 OE numa corda
2.6.3 Batimentos
3 INTERACÇÕES ELÉCTRICAS
3.1 Carga Eléctrica e Força de Coulomb
3.2 Campo Eléctrico
3.3 Potencial Eléctrico
3.4 Condensadores
3.5 Resistência e Circuitos Eléctricos
3.6 Electrostática na Água
4 MECÂNICA MOLECULAR
4.1 Pincípios Básicos
4.2 Potenciais Moleculares
4.3 Interacções
4.3.1 Electrostáticas
4.3.2 Dipolo-Dipolo
4.3.3 De van der Waals
4.4 Ligação de Hidrogénio
5 ÓPTICA ONDULATÓRIA
5.1 Interferências
5.1.1 Sobreposição e Interferência
5.1.2 O Princípio de Huygens
5.2 A Difracção
6 OS RAIOS-X E A ESTRUTURA MACROMOLECULAR
6.1 Redes Cristalinas
6.2 Difracção de Raios-X
6.2.1 Emissão de Raios-X
6.2.2 A Difracção por um Cristal
6.2.3 A Lei de Bragg
6.3 Determinação das Coordenadas de átomos
7 ÓPTICA GEOMÉTRICA E AS CORES
7.1 A Reflexão
7.2 A Refracção
7.3 A Dispersão
7.4 Os Diagramas de Raios
7.5 Os Espelhos
7.6 As Lentes
7.7 Aparelhos Ópticos.
7.8 As Cores
8 A BIOFÍSICA DOS FLUIDOS
8.1 Fluidos estáticos
8.1.1 A Pressão
8.1.2 A Densidade
8.1.3 O Princípio de Pascal
8.1.3 A Força de Impulsão
8.1.4 A Tensão Superficial
8.1.5 A Capilaridade
8.1.6 Surfactantes
8.2 Fluidos Dinâmicos Não-Viscosos
8.2.1 A Equação de Continuidade
8.2.2 A Equação de Bernoulli
8.3 Fluidos Dinâmicos Viscosos
8.3.1 A Viscosidade
8.3.2 A Turbulência
8.3.3 O Número de Reynolds
9. FENÓMENOS DE TRANSPORTE MOLECULAR
9.1 A Difusão
9.1.1 A 1ªLei de Fick
9.1.2 O Caminho Aleatório
9.1.3 O Transporte Molecular
9.2 A Osmose

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: