Processamento e Valorização de Recursos Minerais

Objectivos


 

O objectivo é dotar os alunos de conceitos e técnicas avançadas na caracterização, processamento e valorização de matérias-primas minerais, nomeadamente minerais industriais (metálicos e não metálicos), rochas industriais e ornamentais.

Competências gerais: o aluno deverá ficar apto a integrar equipas de projecto que desenvolvam estudos de concepção e implementação de centrais de processamento, beneficiação e acabamento daquelas matérias-primas. Entre outras, ficará habilitado para desenvolver as seguintes competências específicas:

- Reconhecer a importância das várias matérias-primas e produtos minerais finais segundo uma perspectiva económica e ambiental.

- Utilizar equipamentos e executar ensaios para controlo técnico de minerais industriais (metálicos e não metálicos), rochas industriais e ornamentais e interpretar os resultados. Gestão de laboratórios que promovam estes ensaios de qualidade.

- Recomendar a utilização adequada de tipos variados de rocha industrial e ornamental; realizar estudos de caracterização da alteração de rochas e sugerir/implementar medidas para a sua prevenção e conservação

- Ter uma prática laboratorial que lhe permitirá conhecer e analisar várias propriedades e modo de execução para determinar as mesmas, dos materiais referidos.

Caracterização geral

Código

10910

Créditos

6.0

Professor responsável

António Carlos Gil Augusto Galhano, Joaquim António dos Reis Silva Simão

Horas

Semanais - 6

Totais - 110

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Os alunos devem ter completado o 1º ciclo da licenciatura em engenharia geológica, ou em áreas afins da geologia.

Bibliografia

 [1] Barry Wills, Mineral Processing Technology, Butterworth-Heinemann, 1997, ISBN: 0-7506-2838-3, 272 p.

[2] Gomes, Celso (1986) - Argilas, o que são e para que servem. Edição da Fundação Caloust Gulbenkian, 457 pp.
[3] Manning, D. (1995) - Introduction to Industrial Minerals. Chapman & Hall, London, 276pp.
[4] Moura, A.C. (2000) – Granitos e Rochas Similares de Portugal. Publ. do Instituto Geológico e Mineiro. Marca–Artes Gráficas, Porto.
[5] Velho, José Lopes (2005) - Mineralogia Industrial, Princípios e aplicações. Lidel-edições técnicas Limitada, 606 pp.

[6] Kelly, Errol & Spottiswood, David (1982) - Introduction to Mineral Processing. John Wiley and Sons, New York.

Método de ensino

O método de ensino será teórico-prático, baseado em trabalho laboratorial e saídas de visitas a explorações mineiras.

Método de avaliação

A avaliação será baseada em relatórios temáticos com apresentação oral e em relatórios das saídas de campo, bem como relatórios das aulas teórico- práticas.

 

Ponderação

Avaliação

35%

Apresentações orais

35%

Relatórios de saídas de campo

30%

Relatório de trabalho laboratorial

 

 

 

Não há nota mínima nos diferentes momentos de avaliação.

Não há melhorias dos diferentes momentos de avaliação. Serão efetuadas sobre toda a matéria lecionada, prática e teórico-prática.

As visitas de estudo são obrigatórias.

O Exame de Recurso  contém toda a matéria teórica e prática.

Conteúdo

 

Identificação dos principais minerais constituintes de mineralizações metálicas e não metálicas: estudos em amostras de mão e ao microscópio petrográfico (observações com luz transmitida e reflectida). Minerais industriais de interesse económico - sua importância, beneficiação, propriedades e modos de aplicação.

Caracterização mineralógica, petrográfica e química de rochas industriais e ornamentais. Caracterização tecnológica, propriedades físicas e mecânicas. Normas de referência. Ensaios de alteração e estudos de alterabilidade.

Aplicação de rochas industriais e ornamentais nas utilizações mais comuns. Técnicas de acabamento e indicação de uso apropriado, produtos comercializados. Alteração das rochas: avaliação, controlo e restauro.

Tratamento mineralúrgico de substâncias minerais. Centrais de processamento por via seca e via húmida (a observar em eventuais visitas de estudo).

Cominuição (britagem e moagem) e classificação das várias fracções. Análise e construção de uma curva granulométrica. Introdução aos métodos de separação. Processamento de rejeitados e tratamento de águas residuais. Normalização de produtos. Controlo e mitigação do impacte ambiental destas instalações.

Mercado dos minerais industriais (metálicos e não metálicos), de rochas industriais e de rochas ornamentaisem Portugal. Análise de dados estatísticos relacionados com o seu valor económico e estratégico, reservas, exploração, produção e consumo.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: