Técnicas entomológicas em avaliação epidemiológica

Objectivos

No final desta unidade curricular os alunos devem ser capazes de:
1. Definir os objetivos de um rastreio culicideológico e do respetivo trabalho de campo dirigido à captura de mosquitos.
2. Selecionar as técnicas de captura de mosquitos (formas adultas e imaturas).
3. Escolher os métodos de preservação de mosquitos para transporte para o laboratório.
4. Planificar e preparar o material para uma saída de campo.
5. Executar a saída de campo, procedendo as técnicas de captura de mosquitos seleccionadas.
6. Processar o material capturado com vista à sua identificação.
7. Identificar morfologicamente os mosquitos capturados.
8. Processar o material de acordo com os vários objetivos do rastreio.
9. Organizar, processar eanalisar os resultados obtidos.
10. Discutir criticamente os resultados obtidos, as metodologias utilizadas e propor adaptações a estas.

Caracterização geral

Código

1290026

Créditos

2

Professor responsável

Paulo Almeida

Horas

Semanais - Se a UC for oferecida como opcional, o horário será disponibilizado no 2º semestre

Totais - 30,5

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

• Wernsdorfer W.H. and McGregor, (1988). Malaria, principles and practice of Malariology. Churchill Livingstone Inc., New York, USA.
• Reiter, P. and Gubler, D. J. (1997). Surveillance and control of urban dengue vectors. Dengue and Dengue Hemorrhagic Fever (Gubler, D.J. and Kuno, G. eds., pp. 425462). CAB International, Wallingford, UK.
• Ribeiro, H. and Ramos, H.C. (1999). Identification keys of the mosquitoes (Diptera:Culicidae) of Continental Portugal, Açores and Madeira. European Mosquito Bulletin 3: 111.
• Service, M.W. (1993). Mosquitoes (Culicidae) in Medical Insects and Arachnids. (Lane, R.P. and Crosskey, R.W. eds., pp. 120240) Chapman and Hall, UK.
• Service, M.W. (1999). Mosquito Ecology: Field sampling methods. Chapman and Hall, London, UK.

Método de ensino

• Aulas teóricas;
• Aulas teórico-práticas;
• Aulas práticas laboratoriais;
• Orientação tutorial;
• Seminário;
• Trabalho autónomo.

Método de avaliação

1. Avaliação contínua baseada na presença e participação ativa nas aulas e trabalho de campo 30%.
2. Avaliação do seminário 30%.
3. Avaliação de relatório escrito com cerca de 2000 palavras (exceptuando gráficos e bibliografia) 40%.

Conteúdo

I. Rastreio de populações de mosquitos: seus objetivos e planificaçãodo respetivo trabalho de campo.
II. Adequação dos diferentes métodos de colheita de mosquitos adultos e/ou imaturos. Vantagens, desvantagens e limitações. Sua seleção.
III. Métodos de preservação dos exemplares capturados, para o seu transporte até ao laboratório, de acordo com os objetivosdo rastreio.
IV. Planificação do trabalho de campo e preparação de material adequado às colheitas e preservação dos exemplares capturados para o seu transporte para o laboratório.
V. Execução da saída de campo.
VI. Processamento do material capturado com vista à sua identificação.
VII. Identificação morfológica do material capturado.
VIII. Processamento do material de acordo com os outros objetivos do rastreio.
IX. Recolha de dados das colheitas e do laboratório, elaboração de base de dados e seu tratamento estatístico.
X. Análise e discussão crítica dos resultados obtidos, das metodologias utilizadas e propostas de eventuais correcções.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: