Oncocercose e outras filarioses: abordagem multidisciplinar.

Objectivos

No final desta unidade curricular os alunos devem ser capazes de: 1. Descrever e comparar a morfologia e os ciclos de vida de parasitas do género Onchocerca, incluindo em comparação com outros parasitas da superfamília Filarioidea, de importância médica e veterinária.
2. Explicar a distribuição geográfica desses parasitas e discutir a sua situação epidemiológica atual, nomeadamente em relação à sua transmissão vetorial.
3. Descrever e interpretar as patologias causadas por esses parasitas, e relacionar com a resposta imunitária do hospedeiro tanto ao parasita como às suas bactérias endossimbióticas.
4. Descrever, planear e aplicar métodos apropriados de diagnóstico.
5. Criticar e propor metodologias de controlo destas parasitoses.

Caracterização geral

Código

1290027

Créditos

2

Professor responsável

Isabel Maurício

Horas

Semanais - Se a UC for oferecida como opcional, o horário será disponibilizado no 2º semestre

Totais - 29

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

• Babayan, S.A., Allen, J.E., Taylor, D.W. (2012) Future prospects and challenges of vaccines against filariasis. Parasite Immunol. 34(5):24353.
• Tamarozzi, F., Halliday, A., Gentil, K., Hoerauf, A., Pearlman, E., Taylor, M.J. (2011) Onchocerciasis: the role of Wolbachia bacterial endosymbionts in parasite biology, disease pathogenesis, and treatment. Clin Microbiol Rev. 24(3):45968.
• Allen, J.E., Adjei, O., Bain, O., Hoerauf, A., Hoffmann, W.H., Makepeace, B.L., SchulzKey H., Tanya VN, Trees AJ, Wanji S, Taylor DW. (2008) Of mice, cattle, and humans: the immunology and treatment of river blindness. PLoS Negl Trop Dis.2(4):e217.
• Molyneux, D.H. (2005) Onchocerciasis control and elimination: coming of age in resource constrained health systems. Trends Parasitol. 21(11):5259.
• Remme, J.H. (2004) Research for control: the onchocerciasis experience. Trop Med Int Health. 9(2):24354.

Método de ensino

Aulas teóricas, teórico-práticas e seminários. Orientação tutorial: geral e acompanhamento de trabalhos para avaliação. Sessão de avaliação formativa às versões iniciais dos trabalhos escritos.

Método de avaliação

Avaliação sumativa: Seminário, em grupo, sobre um artigo recente relacionado com temas das aulas teóricas, seguido de discussão. Análise individual crítica, por escrito, do artigo apresentado pelo seu grupo, com cerca de 2000 palavras (+200 palavras), exceptuando gráficos e referências. Deverá incluir análise de metodologia e resultados no contexto da literatura existente, assim como possíveis abordagens alternativas e futuras. Haverá uma sessão de avaliação formativa aos trabalhos escritos.
A nota final será distribuída da seguinte maneira: 10% assiduidade nas aulas; 40% seminário (dos quais 1/3 será avaliação pelos colegas); 50% análise individual crítica de artigo por escrito.

Conteúdo

I. Oncocercose e outras filarioses: os parasitas, transmissão, epidemiologia e impacto nas populações.
II. Wolbachia: biologia e interações simbióticas.
III. Vectores e parasitas e bactérias. Diversidade e interações.
IV. Patologia comparada e terapêutica. Problemáticas atuais e perspetivas.
V. O fator humano: estudos de CAP (Conhecimentos, Atitudes e Práticas) no controlo das filarioses. Imunologia e diagnóstico: parasita e bactéria.
VI. Desenvolvimento e aplicação de marcadores moleculares: diagnóstico e estudos epidemiológicos.
VII. Coevolução parasita-hospedeiro-simbionte.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: